Caminha aprova criação de Área de Paisagem Protegida Regional da Serra d'Arga

22-09-2020 (13h11)

A Câmara de Caminha aprovou em reunião do executivo a proposta de criação da Área de Paisagem Protegida Regional da Serra d'Arga, que inclui mais quatro concelhos do Alto Minho, disse à Lusa o presidente da autarquia.

Com aquela decisão, a Câmara presidida pelo socialista Miguel Alves fica "autorizada" a apresentar, juntamente com os concelhos de Viana do Castelo, Ponte de Lima e Vila Nova de Cerveira, uma proposta de criação da Área de Paisagem Protegida Regional da Serra d'Arga, observando ao disposto no Regime Jurídico da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, aprovado no Decreto-Lei n.º 142/2008, de 24 de Julho.

A serra d'Arga abrange uma área de 10 mil hectares nos concelhos de Caminha, Vila Nova de Cerveira, Paredes de Coura, Viana do Castelo e Ponte de Lima, dos quais 4.280 hectares se encontram classificados como Sítio de Importância Comunitária.

Segundo o Orçamento do Estado, o Governo quer criar em 2020 um cluster do lítio e da indústria das baterias e vai lançar um concurso público para atribuição de direitos de prospecção de lítio e minerais associados em nove zonas do país.

A Serra d'Arga é uma das áreas que deve ser abrangida.

Em nota anteriormente enviada à imprensa, a Câmara de Caminha explicou que o documento hoje aprovado enumera os "10 tipos de habitat de importância comunitária, a extraordinária riqueza florística, com 546 espécies de plantas vasculares, incluindo 32 espécies raras ou ameaçadas de extinção”.

A isto, soma-se “a presença confirmada de mais de 180 espécies de vertebrados selvagens, entre as quais espécies raras e emblemáticas como o lobo, a salamandra-lusitânica e o bufo-real".

Segundo o documento, "a Serra d'Arga detém um património cultural singular pela sua situação geográfica, mas também pela forma como as actividades humanas foram desenvolvidas, de modo, ao longo do tempo, a garantir a sustentabilidade das populações".

"A Serra d'Arga providencia um conjunto de serviços de ecossistemas que devem ser salvaguardados e potenciados tendo em vista a melhoria do bem-estar das populações locais, a protecção e aumento da biodiversidade; a mitigação e adaptação aos impactes das alterações climáticas, e a reunião das condições de suporte para o desenvolvimento de uma economia verde", descreve o documento.

A proposta refere ainda que "os estudos desenvolvidos na Serra d'Arga, que contaram com a iniciativa e, em grande parte, com o apoio financeiro e recursos humanos do município de Caminha, evidenciam o elevado risco em que se encontra o património natural e cultural da área".

"Este património constitui uma oportunidade para o desenvolvimento socioeconómico sustentável da região, com especial importância na geração de benefícios para as comunidades e para a função em geral”, acrescenta.

Para além disso, “permitirá a criação de novas dinâmicas, sobretudo associadas à exploração do território do ponto de vista turístico e das actividades de educação e sensibilização ambiental", adianta.

A proposta revela ainda que os estudos realizados "concluem que, em termos práticos, a actual figura de protecção atribuída à Serra d'Arga, Sítio de Importância Comunitária, revela ser manifestamente insuficiente no sentido de propiciar as necessárias condições para uma gestão integrada da área por parte dos municípios com a responsabilidade administrativa na mesma, dificultando a definição de uma estratégia conjunta de preservação e valorização do património existente".

Os cinco municípios envolvidos no processo de criação da área protegida "acreditam que, a exemplo da experiência obtida com a classificação e consequente gestão intermunicipal de outras áreas de Paisagem Protegida de Interesse Regional, a da Serra d'Arga, contribuirá para a conservação da Natureza e da biodiversidade em presença na serra e por conseguinte no Noroeste Peninsular".

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Covid-19 já matou 1,114 milhões de pessoas em todo o mundo

19-10-2020 (17h32)

A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 1.114.836 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço diário da agência France-Presse.

Portugal ultrapassou marca dos cem mil contágios pelo novo coronavírus

19-10-2020 (17h15)

Portugal superou ontem os cem mil contágios pelo novo coronavírus, com o total de 101.860, mais 1.949 que na véspera, de acordo com a informação da DGS relativa às 24h00 de Domingo.

Espanha conserva liderança dos destinos com mais gastos de turistas portugueses

19-10-2020 (16h46)

A pandemia de covid-19 levou a uma quebra em 42,5% dos gastos em Espanha de turistas residentes em Portugal este Agosto, sem travar, no entanto, a tradicional liderança do país vizinho nos gastos turísticos dos portugueses, ainda que França tenha sido o destino que mais reforçou a sua quota.

França destrona Reino Unido e ascende a primeiro emissor para Portugal

19-10-2020 (15h34)

Em tempos de pandemia, França ascendeu à liderança dos emissores para Portugal, com os gastos dos seus residentes a atingirem 33,1% do total de receitas turísticas portuguesas no mês de Agosto e 21% no conjunto dos primeiros oito meses do ano.

NAV Portugal geriu menos 60,4% movimentos no 3º trimestre

19-10-2020 (15h20)

O prestador de serviços de navegação no espaço aéreo português geriu 89,701 movimentos no terceiro trimestre de 2020 , menos 60,4% que no período homólogo de 2019, mas quase mais 500% que no segundo trimestre deste ano.

Opinião e Análise