Candidatura das Festas do Povo de Campo Maior aceite pela UNESCO

08-09-2021 (13h33)

Foto: www.festasdopovo.pt
Foto: www.festasdopovo.pt

A candidatura das Festas do Povo de Campo Maior (Portalegre) a Património Cultural Imaterial foi aceite pela UNESCO e vai ser analisada em Dezembro, na 16ª reunião do Comité do Património Mundial, no Sri Lanka.

Em comunicado citado pela Lusa, a Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo diz que a candidatura, a "única" apresentada por Portugal, foi aceite pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) e vai ser analisada entre os dias 13 e 18 de Dezembro, em Colombo, no Sri Lanka.

As Festas do Povo de Campo Maior, no distrito de Portalegre, passaram, em Dezembro de 2018, a estar inscritas no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial e o processo relativo à candidatura a Património Cultural Imaterial da Humanidade, pela UNESCO, está em curso desde 2015.

A notícia da agência Lusa descreve as festividades como uma tradição secular conhecida por apresentar dezenas de ruas, sobretudo localizadas no centro histórico, "engalanadas" com milhares de flores de papel, feitas pela população.

Realizadas pela última vez em 2015 e promovidas pela Associação das Festas do Povo de Campo Maior, as festas na vila alentejana só se realizam quando a população quer e são reconhecidas internacionalmente pela sua originalidade e cariz popular, com os habitantes a prepararem, durante meses, a ornamentação das ruas.

Esta tradição, identitária do povo de Campo Maior, tem vindo a ser transmitida de geração em geração oralmente e de forma informal, com os mais velhos a ensinar os mais novos a elaboração das flores que ornamentam os espaços públicos da vila.

A candidatura, que recebeu agora a "luz verde" da UNESCO, foi desenvolvida pelo município, ERT do Alentejo e Ribatejo e pela Associação das Festas do Povo de Campo Maior.

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo cabo-verdiano garante que agenda de reformas económicas é para retomar

26-10-2021 (16h10)

O vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, garantiu ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que o Governo pretende avançar com a agenda de reformas económicas, nomeadamente o programa de privatizações e concessões de serviços.

AHRESP pede reforço do Adaptar Turismo que esgotou em dois dias

26-10-2021 (15h56)

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) pediu hoje o reforço urgente do programa Adaptar Turismo, cuja dotação esgotou em dois dias, marcados por dificuldades no acesso à plataforma para submissão de candidaturas.

Rússia, Ucrânia e Bulgária voltam a bater recordes negativos

26-10-2021 (15h46)

Rússia, Ucrânia e Bulgária voltaram a registar recordes do número de mortos causados pela covid-19 nas últimas 24 horas, confirmando que o Leste e centro da Europa estão a viver um agravamento da pandemia desde o início de Outubro.

Aeroportos enfrentam novas perdas e dívidas elevadas

26-10-2021 (15h32)

Os aeroportos europeus viram a sua dívida aumentar 200% em relação aos níveis anteriores à pandemia e muitos vão registar de novo perdas importantes este ano, advertiu hoje a associação do sector.

Presidente do Grupo Minor, Dillip Rajakarier, espera um "grande salto" na procura turística

26-10-2021 (15h26)

Portugal está a “abrir caminho” na recuperação turística e deverá registar um “grande salto” na procura devido ao alívio das restrições e à ampla cobertura vacinal contra a covid-19, disse hoje o presidente executivo do grupo tailandês Minor.

Opinião e Análise