Dominicana: Crescimento das chegadas dos EUA compensa quebra de turistas europeus

26-03-2019 (16h13)

Foto: www.godominicanrepublic.com
Foto: www.godominicanrepublic.com

A República Dominicana está a manter este início de 2019 o padrão de desenvolvimento do turismo internacional que já apresentava em 2018, com o crescimento a basear-se no aumento a dois dígitos das chegadas dos Estados Unidos, que mais do que compensa  quebra de turistas europeus, incluindo portugueses.

No primeiro bimestre, o Banco Central da República Dominicana contabilizou 1,057 milhões de turistas estrangeiros no país, com um aumento em 5,5% ou 55,5 mil em relação ao período homólogo de 2018.

O crescimento foi sustentado por um aumento de 55,1 mil turistas residentes nos Estados Unidos (+15,85, para 402,7 mil), que mais do que compensou a quebra de 5,6 mil turistas residentes em países europeus (-2,2%, para 245,2 mil), incluindo uma quebra de 2,2 mil residentes em Portugal (-56,9%, para 1,7 mil).

A maior quebra de chegadas da Europa foi no entanto da Alemanha, com menos 4,2 mil (-10,7%, para 35,2 mil), seguida por Suécia, com menos 3,2 mil (-47,8%, para 3,5 mil), Inglaterra, com menos 2,4 mil (-11,2%, para 19 mil), Portugal, com menos 2,2 mil.

Em sentido inverso comportaram-se as chegadas da Rússia, que foram mais 5,6 mil que no primeiro bimestre de 2018 (+14,6%, para 44,1 mil).

Entre os emissores que contribuíram mais para o aumento de turistas contaram-se, depois dos Estados Unidos e Rússia, o Canadá, com mais 5,2 mil (+2,1%, para 253,8 mil) e a Colômbia, com mais 3,8 mil (+30,3%, para 16,4 mil).

Entre as quedas destacaram-se fora da Europa a Argentina, com menos 5,4 mil (-13,5%, para 35,2 mil), e Venezuela, com menos quase quatro mil (-26,1%, para 11,2 mil).

A quebra das chegadas de turistas portugueses decorre designadamente de se estar a comparar uma época baixa sem charters de Lisboa para Punta Cana com o período homólogo com charters.

Evidência desse efeito é que a quebra de chegadas de turistas portugueses por Punta Cana terem uma quebra no bimestre em 61,2% ou 2,2 mil, para 1,4 mil, enquanto as chegadas pelo Aeroporto Las Américas, que não tem charters de Lisboa, caíram 12,3% ou 40, para 284.

Punta Cana concentra assim 82,4% das chegadas de turistas portugueses à Dominicana nos primeiros dois meses deste ano, quando há um ano, em que teve charters semanais de Lisboa, alcançou 91,6% do total de chegadas.

 

Clique para mais notícias: Dominicana

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Caraíbas

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP já tem novas rotas nos sistemas de reservas

14-04-2020 (18h19)

A TAP já tem nos sistemas de reservas utilizados pelas agências de viagens as suas novas rotas de Lisboa para Agadir, Cancun e Cidade do Cabo, bem como os voos Ponta Delgada – Toronto e Porto – Ilha do Sal.

Diversos resorts nas Caraíbas suspendem operação

25-03-2020 (18h39)

Uma série de resorts em diferentes destinos nas Caraíbas, como República Dominicana, Bahamas e Jamaica, estão a suspender a sua operação devido à pandemia do novo coronavírus.

Cuba coloca todos os turistas em quarentena

25-03-2020 (13h00)

O Primeiro-ministro cubano Manuel Marrero anunciou que todos os turistas em Cuba vão ficar de quarentena, impedidos de sair das unidades hoteleiras, até terem voos para regressar aos seus países de origem, devido à pandemia do novo coronavírus.

Cuba proíbe entrada de viajantes internacionais por 30 dias

23-03-2020 (13h29)

O Governo de Cuba anunciou que vai bloquear a entrada de não residentes da ilha durante um mês, a partir de 24 de Março, devido ao surto do novo coronavírus.

República Dominicana vai ser o Destino Internacional Convidado da BTL 2020

11-02-2020 (14h08)

A República Dominicana, que recebeu 35.766 turistas portugueses em 2019, menos 11,8% que no ano anterior, é o destino internacional convidado da BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa.

Opinião e Análise