Dominicana sofre queda de 261 mil turistas estrangeiros em 2019

20-01-2020 (19h34)

Imagem: www.godominicanrepublic.com
Imagem: www.godominicanrepublic.com

A República Dominicana, que em 2019 enfrentou um desgaste de imagem pela ocorrência de mortes não explicadas de turistas estrangeiros, nomeadamente residentes nos Estados Unidos, terminou o ano com menos 261 mil turistas estrangeiros (-4,6%) que em 2018.

A quebra de turistas não residentes ficou, ainda assim, em 1,9% ou 122,8 mil, porque o número de dominicanos residentes no estrangeiro aumentou 14,5% ou 138,1 mil.

Assim, de acordo com os dados do Banco Central da República Dominicana, o país recebeu no ano passado 6,44 milhões de turistas não residentes, incluindo 5,357 milhões de estrangeiros e 1,088 milhões de dominicanos residentes fora.

A mesma informação mostra que a quebra de 260,1 mil turistas estrangeiros não residentes deveu-se maioritariamente à quebra do seu maior emissor, os Estados Unidos, de onde recebeu 2,186 milhões de turistas, em quebra de 6,3% ou 148,2 mil em relação a 2018.

A segunda maior quebra foi do conjunto de mercados europeus, de onde teve menos 66,6 mil turistas (-5%) que em 2018, ficando em 1,265 milhões, destacando-se as quebras de chegadas de residentes na Alemanha (-17,4% ou menos 37,6 mil, para 178,9 mil), em Inglaterra (-15,8% ou menos 29,3 mil, para 156,5 mil), em França (-4,5% ou menos 9,8 mil, para 211,1 mil), na Rússia (-4,6% ou menos praticamente dez mil, para 208,9 mil).

Essas quebras, no entanto, foram parcialmente compensadas por aumentos de chegadas de residentes em Espanha (+4,1% ou mais 6,5 mil, para 165,7 mi), na Holanda (+24,2% ou mais 6,5 mil, para 33,7 mil), em Itália (+9,8% ou mais 7,5 mil, para 83,9 mil) e na Ucrânia (+51,2% ou mais 7,8 mil, para 23,2 mil).

Estas subidas, no entanto, ficaram aquém das quedas de outros emissores como a Argentina (-14,9% ou menos 32,6 mil, para 186,4 mil), o Brasil, -17,6% ou menos 22,9 mil, para 107,1 mil) e sobretudo Canadá, tradicionalmente segundo maior emissor (-1,4% ou menos 12,5 mil, para cerca de 892 mil.

Entre os mercados de onde a Dominicana, pelo contrário, teve crescimentos mais significativos contam-se também Porto Rico (+5% ou mais 5,4 mil, para 114 mil), México (+22,3% ou mais nove mil, para 49,4 mil), Haiti (+14,3% ou mais 5,1 mil, para 17,5 mil), e Venezuela (+6,9% ou mais 6,5 mil, para 101,8 mil)

Para ler mais clique:

Dominicana teve menos 11,8% de turistas residentes em Portugal no ano de 2019

 

Clique para mais notícias: República Dominicana

Clique para mais notícias: Caraíbas

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP já tem novas rotas nos sistemas de reservas

14-04-2020 (18h19)

A TAP já tem nos sistemas de reservas utilizados pelas agências de viagens as suas novas rotas de Lisboa para Agadir, Cancun e Cidade do Cabo, bem como os voos Ponta Delgada – Toronto e Porto – Ilha do Sal.

Diversos resorts nas Caraíbas suspendem operação

25-03-2020 (18h39)

Uma série de resorts em diferentes destinos nas Caraíbas, como República Dominicana, Bahamas e Jamaica, estão a suspender a sua operação devido à pandemia do novo coronavírus.

Cuba coloca todos os turistas em quarentena

25-03-2020 (13h00)

O Primeiro-ministro cubano Manuel Marrero anunciou que todos os turistas em Cuba vão ficar de quarentena, impedidos de sair das unidades hoteleiras, até terem voos para regressar aos seus países de origem, devido à pandemia do novo coronavírus.

Cuba proíbe entrada de viajantes internacionais por 30 dias

23-03-2020 (13h29)

O Governo de Cuba anunciou que vai bloquear a entrada de não residentes da ilha durante um mês, a partir de 24 de Março, devido ao surto do novo coronavírus.

República Dominicana vai ser o Destino Internacional Convidado da BTL 2020

11-02-2020 (14h08)

A República Dominicana, que recebeu 35.766 turistas portugueses em 2019, menos 11,8% que no ano anterior, é o destino internacional convidado da BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa.

Opinião e Análise