Carlos Luís recandidata-se à presidência da Associação Turismo do Algarve

28-11-2018 (13h17)

Foto: ATA
Foto: ATA

Carlos Luís recandidatou-se à presidência da Associação Turismo do Algarve (ATA) “para dar continuidade à estratégia de promoção do Algarve como destino all-year-round” e para “garantir a representatividade e a intervenção de todos os empresários de turismo da região no crescimento do destino”.

O actual presidente da ATA, de acordo com um comunicado, tem “uma visão distinta face à lista concorrente encabeçada por João Fernandes”, presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve (RTA), que considera constituir “um enorme retrocesso no caminho que o Algarve tem vindo a percorrer para assegurar um crescimento sustentável do turismo na região”.

“Há cinco anos procedeu-se a uma alteração nos estatutos da ATA, aceite por unanimidade, com vista à conquista de uma maior autonomia na promoção externa da região face a qualquer tipo de ingerência política”, começa por dizer Carlos Luís.

O objectivo dessa alteração era “a separação de águas entre aquilo que é o papel da RTA e o papel da ATA e a definição de um modelo de promoção assente na união e na representatividade de todos agentes e empresários turísticos da região e num espírito de cooperação e de parceria estratégica com os privados em torno dos interesses do turismo do Algarve”.

É devido a esse trabalho, de acordo com o actual presidente da ATA, “que o Algarve tem vindo a elevar o seu reconhecimento internacional, fortalecido pelos diversos prémios e distinções que a região tem vindo a acumular em diferentes vertentes”.

“A estratégia que temos vindo a trabalhar tem-se mostrado vencedora: estamos a conseguir posicionar o Algarve como um destino atractivo e de oferta all year round, estamos a reduzir os desequilíbrios sazonais, com base na aposta numa oferta de produtos diversificados e de qualidade, e, desta forma, estamos a contribuir para o reforço da sustentabilidade da região. Por isto tudo, não faz qualquer sentido alterar este caminho e regressar ao passado”, acrescentou Carlos Luís.

O candidato sublinha que as sinergias com a RTA “sempre existiram e vão continuar a existir, até porque a RTA tem lugar assente na direção da ATA (tal como a AHETA e a AHISA, em conformidade com os actuais estatutos da ATA)”.

Contudo, Carlos Luís considera que “o caminho que cada um destes organismos deve percorrer deve ser distinto, porque as suas funções são efectivamente distintas”.

A ATA, como ARPT (Agência Regional de Promoção Turística), tem a responsabilidade da promoção regional externa, atribuída pelo Turismo de Portugal, assumindo responsabilidade para “estabelecer relações quer com os operadores turísticos internacionais (canais de distribuição de extrema importância em qualquer destino como o nosso), quer com as companhias aéreas, uma vez que consideramos que a acessibilidade é o factor principal para o sucesso do Algarve”.

Carlos Luís acrescenta que “este eventual passo atrás que está a ser apresentado ao turismo da região já está inclusivamente a ter reflexos negativos, na medida em que a ATA deixará de poder contar na sua direcção com a presença da ANA Aeroportos, a mais importante estrutura turística da região, por decisão da própria empresa”.

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

UE retira Marrocos da lista de países sem restrições de viagens devido à covid-19

08-08-2020 (09h07)

A União Europeia retirou Marrocos da lista de países isentos de restrições de viagens por causa de um recrudescimento de casos de infeções com covid-19, anunciou o Conselho, em comunicado.

Revive lança concurso para recuperação do Mosteiro de Santo André de Rendufe para turismo

08-08-2020 (08h48)

O Governo anunciou ontem a abertura de concurso para a concessão por 50 anos do Mosteiro de Santo André de Rendufe, em Amares, Braga, no âmbito do programa Revive, pelo qual já foram concessionados 16 imóveis, com cerca de 135,5 milhões de euros de investimento na sua recuperação e rendas anuais na ordem dos 4,4 milhões de euros.

Noruega desaconselha todas as viagens para o exterior devido a aumento de casos

07-08-2020 (18h25)

O Governo norueguês desaconselhou hoje quaisquer viagens para o estrangeiro, inclusive para os destinos de onde é possível regressar sem fazer uma quarentena, devido ao aumento de casos Covid-19 em todo o continente europeu.

Sopa da Pedra e Caralhotas de Almeirim conquistam certificações

07-08-2020 (17h50)

A Sopa da Pedra e as Caralhotas de Almeirim (pão pequeno cozido no forno a lenha) conquistaram selos de certificação em Portugal, anunciou o município de Almeirim, apontando um "reconhecimento da genuinidade" e uma "mais valia económica e turística".

Tourism Explorers regressa a Setúbal para encontrar empreendedores

07-08-2020 (17h29)

O programa nacional de criação e aceleração de startups na área do turismo, Tourism Explorers, vai regressar a Setúbal para apostar “na capacitação de empreendedores”, informou o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

Opinião e Análise