Cuba recebeu mais de 32 mil portugueses em 2019

24-01-2020 (11h59)

Ministro do Turismo, Juan Carlos García Granda

O número de turistas portugueses que visitaram Cuba em 2019 aumentou 2% face ao ano anterior, superando os 32 mil visitantes, revelou o novo ministro do Turismo, Juan Carlos García Granda, garantindo que fará o que puder para que mais portugueses visitem o país.

"Portugal no ano passado ocupou o 18º lugar entre os mercados emissores para Cuba, com um crescimento de 2%, para 32.677 visitantes. Não é um número imenso, mas é um trabalho sustentado ano após ano", disse o ministro em declarações aos jornalistas na Fitur, em Madrid.

"A nossa ambição e o nosso sonho é receber mais portugueses", afirmou Juan Carlos García Granda, que no final de Dezembro assumiu a liderança do Ministério de Turismo substituindo Manuel Marrero Cruz, nomeado primeiro-ministro de Cuba após 15 anos como ministro de Turismo.

García Granda falava aos jornalistas após um encontro com o CEO da companhia aérea portuguesa euroAtlantic, Eugénio Fernandes, onde garantiu que fará tudo "para que os portugueses vão a Cuba".

O ministro assegurou que a euroAtlantic e o seu operador turístico, a Sonhando, podem contar com a sua colaboração "como tiveram antes", quando a pasta do turismo era liderada Manuel Marrero Cruz.

Cuba quer duplicar o número de turistas que recebe anualmente e "a única forma" de o fazer é ter "7 ou 8 milhões de lugares de avião. Já não podemos sonhar nem incluir na nossa proposta o cenário marítimo", prosseguiu García Granda, para enaltecer a importância da colaboração com a companhia aérea.

O CEO da euroAtlantic, por sua vez, destacou que a Sonhando, operador turístico do grupo, vai programar voos charter de Portugal para Cuba pelo sétimo ano consecutivo, com a particularidade de este ano voltar a ter charters próprios para Varadero, que se juntam à operação Lisboa - Cayo Coco (clique para ler: Sonhando volta a ter charters próprios para Varadero em avião da euroAtlantic).

"É uma aposta grande porque vamos concorrer directamente com os grandes operadores espanhóis que voam com aviões com mais capacidade, mas acreditamos que temos bom serviço e boa relação com todo o mercado", afirmou Eugénio Fernandes.

O executivo acrescentou que é sua ambição reforçar a operação charter para Cuba nos próximos anos e, "se o mercado ficar maduro", operar "de uma forma mais regular, todo o ano". Nesse caso, "teríamos que ter o apoio da Cubana [companhia aérea estatal], que tem a parte da distribuição", acrescentou.

Em declarações aos jornalistas, o ministro do Turismo destacou que a "principal vantagem competitiva" de Cuba é ser "um destino de paz e de segurança", com um povo que "recebe com muita hospitalidade cada um dos seus visitantes".

Além das praias e do calor, García Granda enalteceu o património cultural existente em cidades colonais, "que simbolizam a união entre Europa e Cuba".

A nível de hotelaria, o país está "a crescer a um ritmo de 3.000 quartos por ano", sobretudo em hotelaria de 5-estrelas, disse ainda o ministro, destacando que está a ser desenvolvido um novo destino de praia na zona oriental: El Ramón de Antilla, servido pelo aeroporto de Holguín.

 

Clique para ver mais: Cuba

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Variantes do SARS-CoV-2 descobertas no Reino Unido e na África do Sul alastram no mundo, OMS

27-01-2021 (17h54)

As variantes mais contagiosas do novo coronavírus, descobertas no Reino Unido e África do Sul, foram detectadas em mais, informou hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS), que indica que a primeira foi encontrada em pelo menos 70 países e a segunda em pelo menos 31.

Gastos dos brasileiros em turismo no estrangeiro caíram 69,3% em 2020

27-01-2021 (17h37)

Os brasileiros despenderam em turismo no estrangeiro 5.393,6 milhões de dólares em 2020, uma verba que fica 69,3% ou 12.199,7 mil milhões de dólares abaixo do total do ano de 2019.

Festival de Cinema de Cannes adiado para Julho

27-01-2021 (17h34)

O Festival Internacional de Cinema de Cannes, em França, foi adiado de Maio para Julho, por causa da pandemia da covid-19, anunciou hoje a organização.

Foram registados 100 milhões de casos e 2.159.155 óbitos de covid-19 no mundo

27-01-2021 (17h32)

A pandemia do novo coronavírus causou pelo menos 2.159.155 mortes no mundo entre os 100.236.600 de infectados desde que o SARS-CoV-2 foi identificado na China em Dezembro de 2019, indica o balanço diário da agência France-Presse (AFP).

Lisboa anuncia novo apoio de 20 milhões de euros para empresas

27-01-2021 (17h15)

A Câmara de Lisboa vai lançar uma segunda fase do programa que apoia a fundo perdido as empresas da cidade, com mais 20 milhões de euros, duplicando o número de beneficiários.

Opinião e Análise