Destaque à ‘luz verde’ do Reino Unido a férias em Portugal ‘incomoda’ em Espanha

10-05-2021 (13h06)

O website espanhol de notícias de turismo “Preferente” publicou ontem uma nota em que evidencia o incómodo que causou em sectores do país vizinho a decisão britânica de ‘dar luz verde’ às viagens de férias para Portugal, referindo-se apenas a alegados aumentos de preços.

A nota, publicada dois dias depois de a IATA divulgar críticas à AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, por propor um aumento “irresponsável” de preços nas 46 infra-estruras que gere em Espanha, assinala que “há vários dias” que todos os meios de comunicação davam como certo que Portugal estaria na lista de ‘destinos verdes’, como se não se tratasse de dados públicos.

E acrescenta “Por esse motivo, já há uns dias que tanto os voos como o alojamento nesse país dispararam de preço, inclusivamente sem saber se realmente estaria na lista verde”.

Mas apenas aponta como alegado exemplo que na passada sexta-feira “os voos estavam a um preço mínimo de 240 euros em cada sentido, em dias de actividade económica normal e até 450 euros para um fim de semana do próximo mês”.

E o “Preferente” até critica a Brisitish Airways, por alegadamente se ter regozijado com uma alegada duplicação das reservas para Portugal, comentando que “não é notícia”, porque “os números de partida eram realmente ridículos”.

O que não deixa de ser verdade. Os crescimentos exponenciais revelam não só aumento da procura, como mostram quão fundo tinham caído. Mas nem por isso deixa de ser uma recuperação e o “Preferente” até mostra quanto o incomoda que a tendência avance, acrescentado “Agora, os preços ainda voltaram a subir mais”.

E porquê? O que pelos vistos incomoda alguns sectores em Espanha é que “dos doze países que foram nomeados como destinos verdes, só Malta, Israel e Portugal podem ser destinos de férias”, porque outros são “impossíveis para apanhar Sol”, como a Islândia, ou porque não aceitam a entrada de britânicos e de muitos outros países da Europa, “como é o caso de vários destinos do Extremo Oriente”.

Clique para ler:

Governo britânico confirma Portugal na “lista verde” de viagens

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Quebra de passageiros dos aeroportos portugueses até Maio ultrapassa os 17 milhões

23-06-2021 (16h14)

Os aeroportos portugueses somaram 2,84 milhões de passageiros de passageiros nos primeiros cinco meses deste ano, com uma quebra de 17,18 milhões relativamente ao período homólogo de 2019, pré-pandemia de covid-19, segundo dados publicados pela ANAC Portugal.

Incidência de SARS-CoV-2 supera 120 casos por 100 mil habitantes em Portugal

23-06-2021 (15h37)

A incidência da infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 subiu para 129,6 casos por 100.000 habitantes em Portugal Continental e para 128,6 em todo o território português, revelam dados oficiais.

Ministra da Saúde aponta para continuação das restrições em Lisboa

23-06-2021 (15h29)

A ministra da Saúde, Marta Temido, disse hoje que a situação epidemiológica da covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo deve traduzir-se na continuidade da aplicação das medidas de restrição em vigor.

Portugal regista maior aumento diário de casos de covid-19 desde Fevereiro

23-06-2021 (14h29)

Portugal somou ontem mais 1.497 pessoas infectadas com o novo coronavírus, o maior aumento diário de doentes com covid-19 desde 24 de Fevereiro, embora ainda longe da evolução diária de Janeiro, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Bruxelas espera “reciprocidade” dos EUA nas viagens não essenciais

23-06-2021 (13h59)

A Comissão Europeia afirmou hoje esperar “reciprocidade” das autoridades norte-americanas no que se refere às viagens de cidadãos entre os dois blocos, após ter incluído os Estados Unidos na lista de países que podem entrar em território comunitário.

Opinião e Análise