Catalunha é líder destacado dos destinos espanhóis, apesar da instabilidade política

02-12-2019 (17h00)

A Catalunha, que tem sido palco de distúrbios e confrontações com independentistas, mantém-se ainda assim o destino espanhol líder em recepção de turistas e, inclusivamente, com crescimento, mesmo que modesto.

Os dados divulgados hoje pelo INE espanhol indicam que a Catalunha recebeu 1,69 milhões de turistas residentes no estrangeiro este mês de Outubro, representando um aumento em 1,6% em relação ao mês homólogo de 2018, apesar de a tendência ter sido de queda da procura internacional, com Espanha a ter um decréscimo de 0,3%, principalmente pelas quebras nas regiões insulares, as Canárias, com -9,1%, e as Baleares, com -4,6%.

Estas quebras estão associadas aos seus dois principais emissores, o Reino Unido e a Alemanha, cujas chegadas a Espanha este Outubro baixaram respectivamente 4,4% e 8,3%.

Já para a Catalunha o primeiro emissor é França, seguido do conjunto "resto do mundo", o primeiro com queda para Espanha este Outubro em 1,7% e o segundo com crescimento em 16,4%.

Os dados do INE espanhol indicam para o conjunto dos primeiros dez meses deste ano que a Catalunha lidera com 22,2% dos turistas residentes no estrangeiro, num total de 17,3 milhões, a crescer 0,7% face ao período homólogo de 2018.

Já Baleares e Canárias registam quebras nos primeiros dez meses, respectivamente em 0,8%, para 13,37 milhões, e em 4,8%, para 10,77 milhões, que assim cai para 4º principal destino, depois da Catalunha, das Baleares e, também, da Andaluzia, cujos principais emissores são o Reino Unido e os países nórdicos e que até Outubro tem um aumento do número de turistas residentes no estrangeiro em 3,6%, para 10,9 milhões.

 

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Iberia assina acordo para comprar a Air Europa por metade do preço inicial

20-01-2021 (10h28)

A Iberia, que em Novembro de 2019 anunciava a compra da Air Europa por mil milhões de euros, assinou um novo acordo para comprar a companhia aérea da Globalia por 500 milhões de euros, que pagará apenas em 2026.

Vendas de voos pelas agências de viagens IATA espanholas caíram 4.137 milhões de euros

18-01-2021 (15h48)

As vendas de voos regulares pelas 3.930 agências de viagens espanholas que integram o BSP (do inglês para Billing and Settlement Plan), sistema da IATA para a regularização das vendas de voos pelas agências de viagens, caíram 4.137 milhões de euros em 2020.

Orbest e Evelop assinam acordo com o Sabre para distribuição e gestão operacional

15-01-2021 (17h10)

As companhias aéreas Orbest e Evelop assinaram um acordo com o Sabre para vender os seus voos nos sistemas de reservas da tecnológica e para usar as suas soluções de gestão de inventário e de gestão operacional.

Globalia e Barceló criam holding para gerir fusão e apoio estatal

15-01-2021 (13h15)

Os grupos Globalia e Barceló, em processo de fusão das suas divisões de viagens, criaram uma nova empresa chamada Ávoris Corporación Empresarial SL, que será a holding do novo grupo e que deverá receber até ao fim do mês o apoio estatal de 240 milhões de euros.

Lisboa concentrou 64,4% dos passageiros que voaram Espanha – Portugal em 2020

14-01-2021 (17h39)

Lisboa reforçou em 2020 a liderança dos aeroportos portugueses em número de passageiros de voos entre Portugal e Espanha, ainda que tenha sofrido uma quebra em 73,2% ou 2,5 milhões.

Opinião e Análise