Meliá quer abrir hotéis em Julho e defende certificação sanitária baseada em “exames médicos”

28-04-2020 (15h20)

O CEO da Meliá, Gabriel Escarrer, quer “começar a abrir hotéis em Julho”, e defende que a recuperação do turismo passa por uma certificação sanitária que seja baseada em “exames médicos confiáveis”.

A perspectiva de começar a abrir hotéis em Julho, “progressivamente e à medida que a procura o permite”, depende do confinamento terminar em Maio, afirmou o executivo numa entrevista ao portal espanhol especializado em turismo “Preferente”.

A retoma da procura turística “exigirá acima de tudo que haja confiança na saúde” e que os destinos e os estabelecimentos sejam considerados “seguros”, enfatizou Gabriel Escarrer.

O executivo considera que “é possível estabelecer uma certificação ou um ‘passaporte’ sanitário para facilitar o turismo seguro, nacional e internacionalmente, mas isso terá de incluir exames médicos confiáveis”.

“Quanto mais cedo o governo nos fornecer esses testes, mais cedo o turismo será reactivado e, com ele, a economia e o emprego”, frisou Escarrer.

Em Portugal, as empresas turísticas já podem exibir selos que garantem que cumprem requisitos de limpeza e prevenção da covid-19, embora o Turismo de Portugal indique publicamente apenas aspectos relativos “à higienização necessária para evitar riscos de contágio” (clique para ler: Turismo de Portugal já dá certificados de limpeza e prevenção da covid-19).

A reabertura dos hotéis também vai exigir novos procedimentos e o CEO da Meliá citou algumas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) que incluem “a eliminação do contacto pessoal em operações básicas, como check-in, e sua substituição por tecnologia, directrizes para garantir o distanciamento social, procedimentos, produtos e sistemas para desinfecção de espaços, uma mudança radical nos formatos de alimentação e bebidas que priorizam a segurança e minimizam o manuseio pelos clientes, etc., com o que provavelmente vamos transformar os buffets por um tempo em outros formatos e processos, como show-cooking”.

 

Clique para ver mais: Meliá

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CEO da TUI elogia “clareza” de Espanha sobre reabertura ao turismo

26-05-2020 (10h47)

O CEO da TUI, maior grupo turístico europeu, elogiou a “clareza” de Espanha sobre o início da temporada de férias, por garantir a “milhões de turistas” que podem fazer férias no país.

TAP adia para o ano o início dos voos Lisboa – Santiago de Compostela

20-05-2020 (15h32)

A rota de Santiago de Compostela, cujo começo esteve marcado para 5 de Junho foi inicialmente adiado para 1 de Julho e seguidamente para 25 de Outubro e, agora, para 28 de Março, início do chamado Verão IATA de 2021.

Air Nostrum retoma voos nas Baleares após financiamento de 130 milhões de euros

18-05-2020 (12h53)

A companhia aérea regional espanhola Air Nostrum retoma a 24 de Maio os voos entre ilhas nas Baleares, depois de ter obtido um financiamento de 130 milhões de euros com garantia pública.

Tráfego aéreo entre Espanha e Portugal reduzido a 26 passageiros em todo o mês de Abril

15-05-2020 (18h25)

O forte agravamento em Abril do impacto da pandemia de covid-19 na Europa e come especial ênfase em Espanha traduziu-se numa redução de 99,99% do número de passageiros em ligações aéreas entre Espanha e Portugal, com apenas 26 passageiros transportados, quando há um nao tinham sido 463,8 mil.

Aeroportos espanhóis tiveram este Abril menos de 1% dos passageiros de há um ano

15-05-2020 (17h34)

Os aeroportos de Espanha, que tem sido um dos países mais fortemente atingidos pela pandemia de covid-19, tiveram apenas 141 mil passageiros em Abril, o que significa apenas 0,6% do que tiveram no mês homólogo de 2019, em que tinham somado 23,3 milhões.

Opinião e Análise