Agências de viagens afinal também pagam sobretaxa para reservas NDC Air France-KLM/Amadeus

11-09-2020 (12h47)

Imagem: Amadeus
Imagem: Amadeus

O Grupo Air France-KLM e a tecnológica Amadeus anunciaram que vão cobrar uma sobretaxa “de alguns euros por segmento” nas reservas em NDC da IATA, que anteriormente anunciaram como o modelo para as agências de viagens evitarem uma sobretaxa criada para alegadamente cobrir o ‘sobrecusto’ das reservas em GDS.

Para reservar voos do Grupo Air France-KLM através do NDC na plataforma do Amadeus, as agências de viagens terão que pagar “uma sobretaxa mínima, de alguns euros por segmento”, anunciou o director-geral do Amadeus em França, Stéphane Durand, em entrevista ao “L’Echo Touristique”.

Questionado sobre o valor, o executivo afirmou que existe “um acordo de confidencialidade” e indicou que a negociação desse valor justificou o tempo demorado a alcançar um acordo com o grupo de aviação.

Stéphane Durand frisou que “a sobretaxa é mínima tendo em conta o valor dos serviços oferecidos pelo padrão NDC às agências de viagens” e argumentou que “o acordo é realmente um grande avanço para a indústria das viagens”.

As agências de viagens terão acesso ao conteúdo do NDC “sem alterar os seus métodos de trabalho”, podendo comparar com outros conteúdos, “sempre num único ecrã, sem pop-up”.

“Além das funções clássicas - modificação, cancelamento, etc. -, poderemos partilhar informações em tempo real”, realçou Stéphane Durand, destacando que será possível “comunicar rapidamente alterações de voos, com notificações” ou “reservar um bilhete com um lugar livre ao lado do passageiro, por exemplo”.

Para aceder ao conteúdo NDC da Air France-KLM através do Amadeus, as agências de viagens devem ter ‘chapa’ IATA e têm que assinar acordos bilaterais com as duas empresas.

Stéphane Durand indicou que, enquanto o conteúdo está a ser integrado, “as condições actuais continuam, sem custos adicionais para as agências que assinaram acordos bilaterais de private channel”, os “serão encerrados assim que o programa Air France-KLM NDC estiver em vigor”.

O inventário NDC da Air France-KLM vai estar disponível na plataforma do Amadeus a partir do quarto trimestre deste ano, embora apenas com as funções de pesquisa e reserva, estando prevista a integração total no primeiro semestre de 2021, com funcionalidades pós-venda.

Stéphane Durand revelou ainda que estão activas no NDC do Amadeus 12 companhias aéreas.

O grupo Air France-KLM cobra desde Abril de 2018 uma taxa pelas reservas em GDS, alegadamente para promover a opção NDC da IATA e reduzir custos de distribuição.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: Air France-KLM

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Novo coronavírus já fez mais de 34 milhões de infectados no mundo

01-10-2020 (16h53)

Pelo menos 34.041.560 pessoas foram infectadas em todo o mundo com o novo coronavírus desde que este foi descoberto em Dezembro na China, indica um balanço às 11h00 TMG (12h00 em Lisboa) de hoje da agência France-Presse.

Solférias promove nova app da Disneyland Paris para agentes de viagens

01-10-2020 (10h09)

O operador turístico Solférias está a promover a nova app da Disneyland Paris para agentes de viagens, destacando a informação actualizada e as sessões de formação a que podem aceder.

OMT apoia plataforma de comercialização de tecnologias sustentáveis da EBRD

28-09-2020 (17h45)

A Organização Mundial de Turismo (OMT - UNWTO) está a apoiar uma iniciativa do European Bank for Reconstruction and Development (EBRD) que consiste numa plataforma de comercialização de tecnologias sustentáveis para o sector do turismo.

Costa Cruzeiros anuncia nova programação para viagens de Abril a Novembro

28-09-2020 (13h09)

A Costa Cruzeiros anunciou a sua nova programação para viagens entre Abril e Novembro de 2021, indicando que os cruzeiros previamente agendados para este período "e não incluídos no novo programa" serão cancelados.

Casos do novo coronavírus sobem na Europa Central e de Leste

25-09-2020 (17h24)

Os países da Europa central e de leste registaram muito menos casos de infeções por covid-19 na primeira vaga da pandemia, mas o relaxamento das restritivas medidas que impuseram na Primavera está a resultar num aumento de casos.

Opinião e Análise