Aviação europeia quer zero emissões de carbono até 2050

16-11-2020 (19h57)

Foto: Nils Nedel / Unsplash
Foto: Nils Nedel / Unsplash

Sustentabilidade ambiental e social são objectivos do sector da aviação europeu

A AeroSpace and Defense Industries Association of Europe (ASD) anunciou o compromisso com o objectivo de ter uma indústria de aviação europeia com zero emissões de carbono até 2050, sustentabilidade ambiental e social no sector, e a necessidad de criação de um programa de apoio.

Mais de 20 associações, representando a aviação europeia anunciaram um compromisso conjunto para uma cooperação entre accionistas e governantes para atingir a marca de zero emissões de carbono por parte do sector até 2050. Este entendimento está enquadrado no plano de recuperação do sector da aviação segundo os objectivos do Pacto Ecológico da União Europeia.

Os autores do Aviation Round Table Report também destacaram a importância de criar um programa de apoio para restaurar a confiança do público no sector, "manter a conectividade, competêcias e emprego, e preservar o mercado europeu interno e a sua competitividade" para a recuperação, tornando a sua gestão mais eficiente e mais resistente a problemas futuros.

Os líderes da União Europeia foram convidados a "juntar-se e a apoiar activamente um Pacto para uma Aviação Sustentável na UE até final de 2021", contribuindo com a criação de políticas e apoio financeiro à indústria.

O comunicado da ASD afirma que estes objectivos "vão garantir que os esforços para a recuperação são totalmente compatíveis com as expectativas dos cidadãos europeus em relação a um transporte mais limpo, com as necessidades de um sector da aviação socialmente sustentável e responsável por parte dos seus funcionários, e equilibrado com os desejos de uma recuperação robusta, segura e coordenada da crise por parte dos accionistas".

Para a concretização destas iniciativas é necessário que seja criado um enquadramento legislativo que promova o recurso a combustíveis de aviação sustentáveis, o financiamento de tecnologia de redução de emissões para aeronaves, um programa de incentivos para a renovação de frotas, mais co-financiamento público para a investigação na aviação civil através de mecanismos de recuperação, e a revisão do Single European Sky e a continuação do regime comunitário de comércio de emissões da UE.

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Wizz Air inclui Faro com voos todo o ano da sua nova base em Cardiff

04-12-2020 (14h46)

A low cost húngara Wizz Air, actualmente uma das maiores do seu segmento na Europa, tem previsto criar uma base em Cardiff com ligações a nove destinos, incluindo quatro com voos todo o ano, um dos quais é Faro.

MSC Cruzeiros cancela operações no Mediterrâneo no Natal e Ano Novo

04-12-2020 (14h19)

A MSC Cruzeiros cancelou as suas operações no Mediterrâneo no Natal e Ano Novo, adiando-as para Janeiro e justificando a decisão com as “severas restrições à circulação impostas pelo governo italiano para a época festiva”.

Ryanair encomenda mais 75 aviões Boeing 737 MAX

04-12-2020 (14h05)

A Ryanair encomendou à Boeing mais 75 aviões B737 MAX, aumentando a encomenda total para 210 aviões deste modelo, que recebeu luz verde das autoridades norte-americanas para voltar a voar quase dois anos depois da proibição devido a dois acidentes que mataram 346 pessoas em cinco meses.

easyJet reduz dimensão da bagagem incluída nas tarifas mais económicas

03-12-2020 (17h46)

A easyJet reduziu o tamanho limite da bagagem incluída nas suas tarifas mais económicas e está a cobrar bilhetes mais caros para transportar bagagens maiores nos compartimentos por cima dos assentos.

KLM reduz oferta de voos para Lisboa e Porto em Dezembro

27-11-2020 (12h43)

A companhia de aviação holandesa KLM anunciou uma redução de 15% da sua oferta de voos de Amesterdão para Lisboa e Porto durante o mês de Dezembro.

Opinião e Análise