BCE revê em baixa previsão de crescimento da Zona Euro, de 1,7% para 1,1%

07-03-2019 (14h40)

O Banco Central Europeu (BCE) baixou hoje em seis décimas a sua previsão de crescimento na Zona Euro em 2019 para 1,1%, quando há três meses, em Dezembro, tinha apontado para um crescimento em 1,7%.

O presidente do BCE, Mario Draghi, anunciou em conferência de imprensa que a entidade também reviu em baixa a previsão de crescimento para 2020, de 1,7% para 1,6%, e manteve a previsão para 2021 em 1,5%.

Mario Draghi justificou a revisão em baixa com a acumulação de riscos para economia.

Já em Dezembro, o BCE tinha revisto em baixa as suas previsões de crescimento em relação ao que antecipara em Setembro.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Brussels programa voos para Lisboa, Faro e Porto em Junho

05-06-2020 (16h32)

A Brussels Airlines programou retomar os voos para vários destinos europeus a partir de Junho, incluindo Lisboa, Faro e Porto.

Grupo Lufthansa planeia retomar 70% das rotas de longo curso até Setembro

05-06-2020 (16h08)

O Grupo Lufthansa planeia retomar até Setembro 70% das rotas de longo curso e 90% das rotas de curto e médio cursos que inicialmente tinha programado, entre as quais destaca Faro e Funchal.

Director-geral da IATA alerta para ilusão de recuperação

03-06-2020 (17h41)

O director-geral da IATA, Alexandre de Juniac, realçou hoje a fragilidade da recuperação da aviação que alguns estudos começam a assinalar.

KLM vai voar duas vezes por dia entre Lisboa e Amesterdão a partir de Julho

03-06-2020 (17h25)

A companhia de aviação KLM anunciou que a partir de Julho vai passar a voar entre Lisboa e Amesterdão-Schiphol duas vezes por dia, uma ligação que está a fazer diariamente desde 28 de Março.

Turkish Airlines retoma voos para 16 cidades europeias no dia 18 de Junho

03-06-2020 (17h14)

A Turkish Airlines vai retomar no dia 18 de Junho as ligações com 16 destinos em seis países europeus, designadamente Alemanha, Países Baixos, Áustria, Suíça, Suécia e Dinamarca, segundo a imprensa internacional.

Opinião e Análise