Hi Fly entra na ‘corrida’ ao negócio de aviação do Thomas Cook

04-06-2019 (14h52)

Foto: Nils Nedel / Unsplash
Foto: Nils Nedel / Unsplash

A Hi Fly, companhia de aviação da família Mirpuri, sucessora da falida Air Luxor, é candidata à compra do negócio de aviação do Thomas Cook, segundo maior grupo de operação turística e agências de viagens, actualmente a batalhar pela sobrevivência.

A existência de uma candidatura da Hi Fly, em concorrência com Lufthansa, Virgin Atlantic, Indigo Partners e Triton Partners, neste caso apenas pela operação nos países nórdicos, foi avançada pelo “Mail on Sunday” e secundada pela agência Reuters, que diz, citando “uma fonte familiar com o assunto”, na segunda-feira, que a companhia da família Mirpuri apresentou uma proposta de compra.

A venda do negócio de aviação é a resposta do Thomas Cook à necessidade de reunir capital face a resultados decepcionantes (prejuízo de 183,2 milhões de euros no exercício terminado em Setembro), com três profit warnings (avisos de falhanço da previsão de resultados) em menos de um ano, que não permitem o serviço de uma dívida estimada em mais de mil milhões de libras.

A Thomas Cook foi, curiosamente, o primeiro cliente do A380 da Hi Fly, companhia especializada no negócio de ACMIs (do inglês para alugueres que incluem avião, tripulação, manutenção e seguros).

A sua antecessora, a Air Luxor, porém, também teve experiência num negócio semelhante ao das companhias de aviação do Thomas Cook, uma vez que também servia o operador turístico da família Mirpuri, a Air Luxor Tours.

Actualmente, a Hi Fly realiza alguns voos charters para operadores turísticos portugueses, designadamente os seus voos para o Nordeste do Brasil no réveillon, como voltará a acontecer este ano (clique para ler: Operadores portugueses já vendem charters para o Réveillon no Brasil).

 

Clique para mais notícias: Hi Fly

Clique para mais notícias: Thomas Cook

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Noruega desaconselha todas as viagens para o exterior devido a aumento de casos

07-08-2020 (18h25)

O Governo norueguês desaconselhou hoje quaisquer viagens para o estrangeiro, inclusive para os destinos de onde é possível regressar sem fazer uma quarentena, devido ao aumento de casos Covid-19 em todo o continente europeu.

Aeroportos europeus perderam perto de 1.000 milhões de passageiros até ao fim de Julho

07-08-2020 (13h04)

Julho foi mais um mês de grande quebra de passageiros nos aeroportos europeus, informou hoje o Airports Council International (ACI), que avançou a estimativa de uma quebra de 208 milhões no mês, acrescentando que, dessa forma, desde o início do ano os aeroportos europeus estão com menos 969 milhões e passageiros que no período homólogo de 2019.

Brussels programa 21 voos para Portugal este Agosto

05-08-2020 (16h11)

A Brussels Airlines, companhia belga do grupo Lufthansa, tem programado efectuar este Agosto 21 voos por semana do seu hub de Bruxelas para os aeroportos portugueses do Porto, de Lisboa e de Faro.

Noruega suspende desembarques de cruzeiros durante duas semanas após surto em navio

04-08-2020 (15h52)

O Governo norueguês anunciou que vai impedir nas próximas duas semanas o desembarque de cruzeiros nos seus portos, após a confirmação de um surto de Covid-19 num navio da companhia Hurtigruten.

ACI, A4E e IATA dizem que os governos prejudicam mais do que ajudam

31-07-2020 (17h15)

As associações comerciais representativas de aeroportos e companhias aéreas europeias ACI, A4E e IATA acusaram hoje os governos europeus de terem “uma abordagem inconsistente das restrições de viagem”.

Opinião e Análise