Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Foto: Unsplash / Jakob Braun
Foto: Unsplash / Jakob Braun

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

O apelo é feito numa carta aberta dirigida à presidente do executivo comunitário, Ursula von der Leyen, na qual as federações, associações e sindicatos europeus, que representam mais de 5.000 membros, sublinham a urgência de Bruxelas assumir a liderança neste processo, face à “contínua falta de coordenação” e “restrições de viagens divergentes”, que ameaçam seriamente os postos de trabalho de 27 milhões de europeus.

A carta sublinha “um declínio contínuo no tráfego de passageiros nos aeroportos europeus durante as primeiras duas semanas de Setembro”, com uma queda de 73%, mais acentuada do que a verificada em meados de Agosto (-65%).

“Esta situação caótica requer o seu envolvimento pessoal imediato. Instamo-la, pois, a fazer desta uma questão prioritária, e pedimos-lhe que a aborde directamente com os chefes de Estado e de Governo” da UE, lê-se na carta aberta enviada a Von der Leyen.

As organizações sugerem que a Comissão Europeia desenvolva um Protocolo de Testes da UE para Viagens (do inglês EU Testing Protocol for Travel).

Esta medida deverá substituir e suprimir as diferentes restrições de viagens e quarentenas obrigatórias implementadas actualmente na Europa, permitindo a efectiva reabertura das fronteiras, defendem as organizações.

“Esperamos que a UE não nos desiluda”, conclui a carta, assinada por representantes de todo o sector do turismo, incluindo companhias aéreas, aeroportos, comboios, fornecedores, agentes de viagens, operadores turísticos, hotéis, restaurantes, operadores de transporte, parques de campismo, operadores de táxis, órgãos e autoridades de turismo e outros.

Em 4 de Setembro, a Comissão Europeia já adoptou uma proposta com vista a garantir que quaisquer medidas decididas pelos Estados-membros que restrinjam a livre circulação devido à pandemia da covid-19 sejam coordenadas e comunicadas claramente a nível da UE (clique para ler: Restrições de viagens têm que ter “mais clareza e previsibilidade”, Ursula von der Leyen).

A proposta que o executivo comunitário submeteu ao Conselho (Estados-membros) prevê que haja critérios comuns para os Estados-membros decretarem restrições de viagens, um mapeamento desses critérios comuns utilizando um código de cores acordado entre os 27, um quadro comum de medidas aplicadas aos viajantes provenientes de zonas de alto risco, e informação clara e atempada ao público sobre quaisquer restrições, que devem ser anunciadas com uma semana de antecedência.

Na ocasião, Ursula von der Leyen defendeu a necessidade de haver “mais clareza e previsibilidade” no que respeita às regras para restrição da livre circulação na União Europeia devido à pandemia da covid-19.

"A liberdade de viajar através das fronteiras na Europa é um dos benefícios mais perceptíveis para as pessoas na União Europeia. Milhões de pessoas na União confiam nisto - incluindo trabalhadores e estudantes”, salientou.

(PressTUR com Agência Lusa)

Ver também:

Aviação europeia quer programa de testes unificado para restaurar confiança dos passageiros

Manifesto Europeu de Turismo pede substituição de quarentenas por testes

 

Clique para ver mais: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Quebra em Agosto menor que em Londres dá liderança dos aeroportos europeus a Paris CDG

28-10-2020 (16h32)

O Aeroporto de Paris Charles de Gaulle no final de Agosto era o aeroporto europeu com mais passageiros este ano, de acordo com dados do ACI Europe, que lhe atribui um total de 17,92 milhões de passageiros, mais 202,6 mil que Londres Heathrow, tradicionalmente o nº 1 europeu, mas que em Agosto teve menos 721,9 mil passageiros que o principal aeroporto da capital francesa.

Moscovo teve em Agosto os dois aeroportos europeus com mais passageiros

28-10-2020 (15h51)

Os dois aeroportos da capital russa, Moscow Domodedovo e Sheremetyevo, foram os aeroportos europeus com mais passageiros no mês de Agosto, destronando os ‘gigantes’ Londres Heathrow, Paris Charles de Gaulle, Frankfurt, Amesterdão Schiphol e Istambul, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council Internacional (ACI) Europe.

200 aeroportos europeus estão em risco de falência pelo impacto da pandemia de covid-19

28-10-2020 (13h09)

O ACI Europe, que calculou recentemente que os aeroportos europeus perderam 1,273 milhões de passageiros até 27 de Setembro, avisou que a crise colocou em risco de insolvência nos próximos meses 193 aeroportos do continente.

Alemanha atinge novo recorde com quase 15 mil pessoas infectadas num só dia

28-10-2020 (12h44)

A Alemanha somou ontem mais 14.964 pessoas infectadas com o novo coronavírus, o número mais alto desde o início da pandemia, numa altura em que o Governo se prepara para adoptar medidas mais drásticas.

Rússia atinge novo recorde pelo segundo dia consecutivo com 346 mortes por covid-19

28-10-2020 (12h39)

A Rússia registou pelo segundo dia consecutivo um recorde do número de mortes diárias devido à covid-19 desde o início da pandemia, com um total de 346 mortes nas últimas 24 horas, informaram as autoridades.

Opinião e Análise