Finlândia volta a impor quarentena a passageiros de 10 países

19-08-2020 (12h52)

Helsínquia
Helsínquia

A Finlândia anunciou hoje que a partir de segunda-feira vai voltar a impor quarentena a passageiros provenientes de 10 países que nas últimas duas semanas registaram novos surtos e mais de oito novas infecções por 100.000 habitantes.

O controlo nas fronteiras vai ser reforçado aos viajantes que cheguem ou partam para a Dinamarca, Islândia e Noruega, países vizinhos da Finlândia, assim como a Alemanha, Grécia e Malta, que pertencem ao espaço europeu de livre circulação Schengen.

Além destes, os turistas de Chipre, Irlanda, San Marino e Japão vão também ser alvo de controlo reforçado nas fronteiras finlandesas e instruídos a respeitar uma quarentena de 14 dias.

A Finlândia tem uma das políticas mais restritivas de viagens devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, com apenas 16 países – oito na Europa e oito fora da Europa – aos quais não são aplicadas quaisquer restrições.

Essa “lista verde” é composta pela Estónia, Eslováquia, Hungria, Itália, Letónia, Lituânia, Liechtenstein e Vaticano, e, fora da Europa, China, Coreia do Sul, Geórgia, Nova Zelândia, Ruanda, Tailândia, Tunísia e Uruguai.

As autoridades finlandesas advertiram no entanto que a Eslováquia, Estónia, Itália e Lituânia podem ser retiradas em breve da “lista verde”, uma vez que superaram ligeiramente os oito contágios por 100.000 habitantes nas últimas semanas.

“A linha da Finlândia relativamente ao tráfego transfronteiriço é actualmente a mais rigorosa da União Europeia (UE). Isso ocorre porque queremos manter a nossa boa situação epidemiológica, que exigiu grande esforço de todos os cidadãos”, afirmou a ministra do Interior, Maria Ohisalo, em conferência de imprensa.

O país regista um dos índices de contágio mais baixos da Europa, com 5,3 infectados por 100.000 habitantes nas duas últimas semanas.

Até à data, a Finlândia registou 7.776 casos de infeção pelo novo coronavírus e 334 mortes associadas à Covid-19, com uma taxa de 141 contágios e seis mortes por cada 100.000 habitantes.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo aprova alteração do apoio extraordinário à retoma progressiva de atividade de empresas em crise

27-11-2020 (16h04)

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros uma alteração ao apoio extraordinário relativo à retoma progressiva das empresas, permitindo que em Dezembro possam passar para o escalão de apoio imediatamente seguinte ao de limite de facturação pelo qual seriam abrangidos pelo regime actualmente vigente.

Portugal atinge novo máximo de doentes covid-19 em cuidados intensivos

27-11-2020 (15h51)

Portugal tinha até às 24h de quinta-feira 526 doentes com covid-19 internados em unidades de cuidados intensivos (UCI), um novo máximo desde o início da pandemia, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

TAP voltou a ser em Outubro a líder em transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil

27-11-2020 (14h40)

A TAP completou em Outubro três meses consecutivos a liderar o transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil, com cerca de 30 mil, praticamente o triplo da segunda maior companhia europeia, a Air France, de acordo com dados da autoridade de aviação civil do Brasil (ANAC).

Voos internacionais de/para o Brasil perdem 70,1% de passageiros até Outubro

27-11-2020 (14h39)

Cerca de seis milhões de passageiros voaram de/para o Brasil entre Janeiro e Outubro, o que significa uma quebra em 70,1% ou 14,18 milhões, concluiu o PressTUR a partir dos dados publicados pela autoridade de aviação civil do Brasil (ANAC).

KLM reduz oferta de voos para Lisboa e Porto em Dezembro

27-11-2020 (12h43)

A companhia de aviação holandesa KLM anunciou uma redução de 15% da sua oferta de voos de Amesterdão para Lisboa e Porto durante o mês de Dezembro.

Opinião e Análise