Grândola vai expandir rede de percursos pedestres

16-09-2020 (11h56)

Foto: Câmara Municipal de Grândola / www.cm-grandola.pt
Foto: Câmara Municipal de Grândola / www.cm-grandola.pt

A Câmara de Grândola anunciou que foi aprovada a sua candidatura a mais de 245 mil euros de fundos europeus para qualificar e alargar da rede de percursos pedestres.

A candidatura, designada “Valorização do Património Natural – Percursos Pedestres”, com um valor de cerca de 245 mil euros mais IVA, foi aprovada no quadro de fundos europeus Portugal 2020 e será comparticipada em 75% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A verba, segundo um comunicado, servirá para o município de Grândola valorizar o turismo de natureza no território através da “qualificação e alargamento da rede de percursos pedestres”, assim como a “requalificação dos já existentes” e respectivas áreas de descanso, num total de 13 percursos e mais de 180 quilómetros.

Está ainda prevista a instalação de “cinco estações de serviço de BTT [Bicicleta Todo-o-Terreno]” e de um “WC com acesso universal para utilizadores de mobilidade reduzida” no eco parque Montinho da Ribeira, situado nas imediações da vila, assim como uma estação de alongamentos no mesmo local.

O geocaching, uma atividade que tem vindo a ganhar cada vez mais praticantes os últimos anos, “será também uma componente presente em toda a rede de percursos”.

Junto à Lagoa de Melides está prevista a instalação de um segundo abrigo de observação de aves, tendo em vista “incentivar a prática de ‘birdwatching’ [observação de aves]” num importante “ponto de residência e passagem de aves migratórias” que constitui “um dos mais importantes ecossistemas do concelho”.

“Esta aposta do município tem como objetivo combater a sazonalidade através da captação de visitantes e turistas por via da oferta de turismo de natureza, em articulação com a oferta gastronómica e de património construído, na primavera e outono, e mesmo no inverno, bem como promover a compatibilização das atividades turísticas com a preservação e conservação dos ecossistemas e dos habitats em presença”, explica a nota enviada pela Câmara de Grândola.

A divulgação dos novos equipamentos será efetuada “numa lógica integrada de projeção turística do concelho” através da criação de uma aplicação para telemóvel para a promoção e divulgação da rede de percursos pedestres, do património natural, cultural e gastronómico, assim como através do lançamento de um Guia de Natureza de Grândola.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo lança programa de incentivo ao turismo interno com 50 milhões de euros

29-09-2020 (13h50)

O Governo criou um programa para estimular o turismo interno com uma dotação de 50 milhões de euros, que se materializa na comparticipação de descontos em alojamento e actividades turísticas, disponíveis no portal Visita Portugal.

Hangar de manutenção em Beja começa a funcionar faseadamente em Outubro

29-09-2020 (13h04)

O hangar da empresa Mesa para manutenção de aviões no aeroporto de Beja vai começar a funcionar em Outubro, após um investimento de 30 milhões de euros, revelou à agência Lusa o presidente do grupo proprietário.

Governo vai abrir concursos para explorar estações ferroviárias desactivadas para fins turísticos

29-09-2020 (12h24)

O Governo anunciou hoje que vai abrir concursos para a recuperação e exploração para fins turísticos de estações ferroviárias desactivadas, uma nova vertente do Programa Revive Natureza que designou “Revive Ferrovia”.

V Cimeira CTP: Marcelo Rebelo de Sousa pede aos portugueses que continuem a fazer turismo em Portugal

29-09-2020 (11h56)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pediu hoje aos portugueses que continuem a fazer turismo em Portugal até ao fim do próximo Verão, para ajudar esse sector e também a restauração e o comércio.

Meliá sinaliza confiança na China com novo hotel em Chengdu

29-09-2020 (11h32)

A Meliá Hotels International inaugurou um hotel da sua marca Gran Meliá em Chengdu, na China, país que considera pioneiro na recuperação da crise provocada pela pandemia da covid-19.

Ultimas Noticias

Opinião e Análise