Lojas de Macau aderem a campanha para atrair mercado da China continental

13-08-2020 (16h55)

Mais de 20 mil lojas de Macau participam numa campanha promocional do território no mercado da China continental, para aproveitar o anunciado recomeço gradual da emissão de vistos no país, foi hoje anunciado.

A emissão de vistos já arrancou na vizinha cidade de Zhuhai e deve ser alargada a 26 de Agosto a toda a província de Guangdong. Se o cenário pandémico se mantiver estável, segue-se a 23 de Setembro o resto do país, principal mercado turístico de Macau.

A Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e a Direcção dos Serviços de Economia (DSE) estão a apoiar a plataforma digital Alipay neste “festival de mega promoções” focado na província de Guangdong.

“Através de actividades promocionais e descontos, a iniciativa visa divulgar em Guangdong produtos e lojas de marcas características de Macau, para atrair visitantes da província vizinha (…), impulsionando a revitalização da (…) indústria turística da cidade”, segundo a DST.

“Mais de 20 mil lojas que integram a rede do sistema de pagamento da Alipay em Macau lançaram uma série de descontos e promoções, em sintonia com o repto lançado pela plataforma electrónica “Vamos! Macau!” criada pela DST”, pode ler-se no comunicado.

Em simultâneo, a DST está a divulgar o festival da Alipay através de vários canais ‘online’, enquanto a Alipay destaca, dentro de Guangdong, na plataforma digital, várias marcas e lojas características de Macau.

A iniciativa prolonga-se até 31 de Outubro. “Com o gradual recomeço da emissão de documentos de viagem para turismo do Interior da China para Macau, mais viajantes do interior da China beneficiarão das várias ofertas do festival, enquanto a iniciativa deverá por seu lado contribuir para estimular mais visitantes a visitar e consumir em Macau”, destacou a DST.

Macau, que recebeu quase 40 milhões de visitantes em 2019, nunca registou qualquer caso de transmissão comunitária com o novo coronavírus, começou a levantar algumas restrições fronteiriças com a China continental, mantendo a política de Pequim de proibir para já a entrada de visitantes estrangeiros.

A emissão de vistos turísticos para entrada em Macau é uma medida considerada essencial para revitalizar a economia na capital mundial do jogo que sofreu uma quebra sem precedentes a rondar os 90%, tanto na exploração dos casinos como no número de visitantes.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Marriott estreia marca Aloft no Japão

01-10-2020 (16h22)

A Marriott International abriu o primeiro hotel da sua marca Aloft no Japão, em Tóquio, uma unidade hoteleira com um design arrojado e cores brilhantes, num piscar de olho ao movimento cultural dos anos 1960 Miyuki-zoku.

Portugal contabiliza mais 854 pessoas infectadas com covid-19

01-10-2020 (15h39)

Portugal voltou ontem a contar mais de 800 novos casos de covid-19, com 854, e mais seis mortos com a doença, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Quebra de dormidas de turistas estrangeiros em Portugal atingiu 4,46 milhões

01-10-2020 (15h28)

O alojamento turístico português sofreu em Agosto uma quebra das dormidas de turistas residentes no estrangeiro em 72%, com quebras acima de 80% em sete dos 16 principais emissores, nomeadamente os de longo curso.

United e American Airlines vão despedir 32.000 trabalhadores

01-10-2020 (15h26)

A companhia aérea norte-americana United Airlines anunciou que vai despedir a partir de hoje 13.000 funcionários, poucas horas depois da American Airlines ter anunciado que iria dispensar 19.000.

Algarve teve mais turismo de portugueses em Agosto do que há um ano, apesar da pandemia

01-10-2020 (12h07)

O alojamento turístico do Algarve teve este Agosto mais 9% de dormidas de turistas residentes em Portugal, apesar dos tempos de pandemia, que provocou uma quebra dos estrangeiros em 67,5%.

Opinião e Análise