Maioria dos destinos reduz restrições de viagens, diz OMT

02-12-2020 (16h56)

Foto: Unsplash / Jakob Braun
Foto: Unsplash / Jakob Braun

A Organização Mundial do Turismo (OMT) revelou que a maioria dos destinos globais (70%) reduziu as restrições de viagens introduzidas para conter a pandemia de covid-19, apesar de um em cada quatro destinos ainda manter as fronteiras fechadas para turistas internacionais.

“O número de destinos fechados ao turismo internacional continua a diminuir. De acordo com a oitava edição do relatório da OMT sobre as restrições de viagem, 70% dos destinos globais abrandaram as restrições de viagem introduzidas em resposta à pandemia de covid-19”, indicou a agência das Nações Unidas para o Turismo.

O relatório, contudo, indica que um em cada quatro destinos mantém as fronteiras completamente fechadas para os turistas internacionais.

Desde 1 de Novembro 152 destinos reduziram as limitações ao turismo internacional, acima dos 115 registados a 1 de Setembro. Por outro lado, 59 destinos mantiveram as fronteiras encerradas, menos 34 do que em Setembro.

“O levantamento das restrições às viagens é essencial para impulsionar uma recuperação mais ampla do impacto social e económico da pandemia”, frisou o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili, citado no comunicado.

O estudo revelou ainda que os destinos que apresentam melhores resultados ao nível da saúde, higiene e desempenho ambiental estão entre os que abrandaram, mais rapidamente, as restrições.

Por região, a Europa continua a liderar no que se refere ao levantamento ou redução das limitações de viagens, seguida pela América, África e Médio Oriente.

A Ásia e o Pacífico continuam a ser as regiões onde as restrições foram menos suavizadas, bem como as que apresentam um encerramento de fronteiras “mais completos”.

O relatório da OMT sobre as restrições de viagens engloba 217 destinos em todo o mundo.

 

Clique para ver mais: OMT

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Covid-19 faz mais um número recorde de mortes num só dia em Portugal

23-01-2021 (16h50)

A covid-19 foi a causa de morte de 274 pessoas em Portugal na sexta-feira, segundo informação hoje da DGS, mais 40 do que o máximo registado na véspera.

Portugal atinge novo máximo diário com 234 mortes de doentes com covid-19

22-01-2021 (17h48)

Portugal somou ontem 234 mortes relacionadas com a covid-19, o maior aumento diário desde o início da pandemia, e 13.987 casos de infecção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

TAP foi a companhia que mais aumentou a quota do transporte aéreo de passageiros de/para o Brasil em Dezembro

22-01-2021 (17h05)

A TAP atingiu em Dezembro uma quota de 12,5% do transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil, em alta de 5,1 pontos relativamente ao mês homólogo de 2019, de acordo com dados da autoridade aeronáutica brasileira (ANAC).

Passageiros de zonas muito perigosas na UE obrigados a teste antes de viagens

22-01-2021 (16h43)

Os líderes europeus decidiram manter abertas as fronteiras internas da União Europeia (UE), mas reforçando as medidas de contenção da covid-19, passando a ser obrigatório que passageiros de novas zonas consideradas muito perigosas tenham de apresentar testes negativos.

Empresas que acederam a incentivo à normalização podem pedir apoio à retoma a partir de Fevereiro

22-01-2021 (16h22)

As empresas que acederam ao incentivo à normalização da actividade podem recorrer, a partir de Fevereiro, ao apoio à retoma, sem terem de devolver os apoios já recebidos, clarificou o Governo.

Opinião e Análise