Israel impõe novas restrições a voos internacionais

25-09-2020 (14h49)

O Governo de Israel anunciou hoje novas restrições a voos para o estrangeiro, no âmbito de um reforço das medidas para travar a pandemia de covid-19.

A ministra dos Transportes, Miri Regev, indicou que o Aeroporto Internacional Ben Gurion de Telavive vai continuar aberto, mas que apenas os passageiros que tenham comprado bilhetes de avião antes das 11h00 TMG (12h00 em Lisboa) de hoje poderão partir para o estrangeiro.

Àquela hora, 14h00 em Israel, entram em vigor as novas medidas restrictivas anunciadas na quinta-feira pelo Governo para fazer face ao aumento contínuo do número de pessoas infectadas no país.

“À chegada ao aeroporto, deve ser apresentada uma referência que comprove a data de compra do bilhete (…) e um controlo de coronavírus negativo de acordo com as exigências do país de destino”, adiantou a ministra em comunicado.

Os israelitas serão autorizados a entrar em Israel “sem restrições”, precisou Regev, sem referir a situação dos trabalhadores estrangeiros ou das pessoas com estatuto de residente em Israel que até agora continuavam a poder entrar no país, ao contrário dos turistas.

A situação sanitária deteriorou-se em Israel, que se tornou o país com a maior taxa de contaminação do mundo nas últimas duas semanas, segundo os dados da agência France-Presse.

Face a este aumento do contágio, o Governo israelita voltou a impor na semana passada o confinamento em todo o país, durante “pelo menos três semanas”, e anunciou na quinta-feira um reforço das medidas que entram em vigor hoje às 14h00.

As sinagogas serão encerradas, excepto para as celebrações do Yom Kipur (Dia do Perdão, celebrado no Domingo à noite e na segunda-feira), apenas os sectores considerados “essenciais” poderão continuar a laborar e as manifestações e orações no exterior estão limitadas a 20 pessoas, que não poderão estar a mais de um quilómetro do seu domicílio.

Israel, com quase nove milhões de habitantes, já registou mais de 200.000 infectados com covid-19 desde o início da pandemia, incluindo 1.335 mortos.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Covid-19

Clique para mais notícias: Médio Oriente

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Qatar Airways reforça voos para São Paulo e expande code-share com a LATAM Brasil

04-01-2021 (18h34)

A Qatar Airways anunciou um reforço dos seus voos para São Paulo, para dez por semana, e a expansão do seu acordo de code-share com a LATAM Brasil.

Airbus declara a Qatar Airways o maior operador mundial do seu A350

04-01-2021 (16h35)

O fabricante europeu de aviões Airbus assinalou a entrega à Qatar Airways do 53º Airbus A350 apontando a companhia de aviação baseada em Doha como o maior cliente desse avião de longo curso.

Etihad Airways lança serviço de charters

28-12-2020 (14h32)

A companhia de aviação Etihad Airways, baseada em Abu Dhabi, anunciou ao mercado que está a comercializar charters e voos especiais de passageiros e de transporte de carga.

Emirates recebe o seu 117º A380

15-12-2020 (13h23)

A companhia aérea Emirates recebeu a sua 117ª aeronave Airbus A380, o segundo avião superjumbo a ser entregue à companhia no mês de Dezembro.

Meliá reabre ME Dubai para ser “o epicentro cultural da cidade”

26-11-2020 (11h34)

A Meliá Hotels International vai reabrir este fim-de-semana o seu hotel de luxo ME Dubai, que descreve como “uma jóia arquitectónica, parte do legado de Zaha Hadid”.

Opinião e Análise