Portugal não figura na lista de 17 países ‘aprovados’ para turismo pela Finlândia

09-07-2020 (12h09)

Helsínquia
Helsínquia

A Finlândia anunciou a reabertura de fronteiras para turismo a 17 Estados europeus com baixas taxas de infecção por covid-19, excluindo dessa lista países como Portugal, Espanha, França ou Luxemburgo.

A medida entra em vigor a 13 de Julho, altura em que serão levantadas as restrições para Estados europeus com uma taxa de infecção por covid-19, nos últimos 14 dias, de menos de oito por 100 mil habitantes, revelou o Governo finlandês em comunicado, citado pela agência AFP.

A partir de 13 de Julho serão ainda autorizadas viagens de negócios consideradas essenciais entre a Finlândia e países como a Argélia, Austrália, Japão, Nova Zelândia, Tunísia ou China.

O país nórdico já tinha reaberto a 15 de Junho as suas fronteiras para os países bálticos e para a maioria dos países nórdicos, à excepção da Suécia, que ainda tem uma taxa de infecção pelo novo coronavírus acima da média daquela região.

As autoridades finlandesas tinham anunciado a 23 de Junho o fim das restrições a turistas de 12 países europeus considerados "seguros", uma lista que foi hoje revista, e da qual saiu a Croácia.

A 13 de Julho a reabertura de fronteiras aplica-se aos Países Baixos, Bélgica, Itália, Áustria, Grécia, Malta, Alemanha, Eslováquia, Eslovénia, Hungria, Liechtenstein, Suíça, Chipre, Irlanda, Andorra, São Marinho e Vaticano.

O critério utilizado deixa de fora Portugal, Espanha e França, entre outros países.

O país nórdico vai promover uma avaliação a cada duas semanas para determinar se outros países podem ser adicionados ou removidos daquela lista.

Actualmente, cidadãos do espaço Schengen e do Reino Unido podem viajar para a Finlândia à procura de trabalho, por motivos familiares ou qualquer outro motivo considerado "essencial".

As autoridades locais anunciaram ainda o levantamento da maioria das restrições a bares e restaurantes, que reduziram a capacidade de ocupação, a partir de 13 de Julho.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Companhia aérea brasileira Azul regista prejuízo de 450 milhões de euros no segundo trimestre

14-08-2020 (18h45)

A companhia aérea brasileira Azul registou um prejuízo de 2,9 mil milhões de reais (450 milhões de euros) no segundo trimestre de 2020, segundo balanço financeiro divulgado pela empresa.

Lojas de Macau aderem a campanha para atrair mercado da China continental

13-08-2020 (16h55)

Mais de 20 mil lojas de Macau participam numa campanha promocional do território no mercado da China continental, para aproveitar o anunciado recomeço gradual da emissão de vistos no país, foi hoje anunciado.

Associação vai criar rota gastronómica para valorizar queijos da região Centro

13-08-2020 (16h17)

A Associação do Cluster Agroindustrial do Centro (InovCluster) vai criar uma rota turística e gastronómica para valorizar e promover aquele produto regional, nomeadamente as marcas "Beira Baixa", "Serra da Estrela" e "Rabaçal".

Brasileira Azul lança empresa de aviação regional

12-08-2020 (20h37)

A companhia aérea brasileira Azul lançou na terça-feira uma nova subsidiária para o mercado de voos regionais, denominada Azul Conecta, que pretende chegar a 200 cidades nos próximos anos.

ATA investe em campanha publicitária no Reino Unido

12-08-2020 (17h38)

A Associação Turismo do Algarve (ATA) vai reforçar a mensagem de que a região é um destino seguro junto do Reino Unido, através de uma campanha publicitária que será emitida na estação de televisão Channel 5, foi hoje anunciado.

Opinião e Análise