Portugal regista descida “muito significativa da incidência” de covid-19

22-02-2021 (18h29)

Foto: Unsplash / Engin Akyurt
Foto: Unsplash / Engin Akyurt

Portugal regista uma “descida muito significativa e expressiva da incidência” de covid-19 nos últimos 14 dias e tem já “vastas áreas do território” com menos de 240 casos por 100 mil habitantes, revelou hoje André Peralta Santos, da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na reunião que junta epidemiologistas, especialistas em saúde pública e dirigentes políticos na sede do Infarmed, em Lisboa, o representante da Direção-Geral da Saúde (DGS), citado pela Agência Lusa, salientou a evolução positiva da pandemia ao longo das últimas semanas e realçou que todas as regiões do país estão numa fase de descida da incidência, que já era generalizada no último encontro, com excepção para a região autónoma da Madeira.

“Houve uma consolidação dessa tendência e uma descida muito significativa e expressiva da incidência. Há uma incidência de 322 casos por 100 mil habitantes e uma variação semanal de descida muito acentuada. Há zonas do território com incidências ainda particularmente altas, como Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Centro, entre 480 e 960 casos por 100 mil habitantes, mas já há vastas áreas do território com uma incidência inferior a 240 casos por 100 mil habitantes”, frisou.

Em termos etários, André Peralta Santos notou que se mantém “a tendência de descida de todos os grupos etários”, sendo que a faixa da população com 80 ou mais anos é ainda “o grupo com maior incidência neste momento”, apesar de ser “mais reduzida e com níveis de incidência ao nível de Novembro”.

Já sobre a vertente de hospitalizações em enfermaria e em cuidados intensivos “há também uma consolidação da descida”, embora mais lenta nas unidades de cuidados intensivos. O perito da DGS centrou então a análise nas regiões do Norte e de Lisboa e Vale do Tejo, ressalvando o melhor desempenho nesta terceira vaga no Norte, com uma mortalidade inferior aos números nacionais, ao contrário da região da capital.

André Peralta Santos exibiu um quadro com os números da dispersão geográfica da variante do SARS-CoV-2 identificada no Reino Unido, apresentando estimativas distintas de prevalência nas diferentes regiões: Norte, com 34,2%; Centro, com 32,2%; Lisboa e Vale do Tejo, com 56,6%; Alentejo, com 67,6%; e Algarve, com 40%, embora se registassem igualmente diversos intervalos de confiança para estas projeções.

 

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Covid-19

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

NCL tem “Portugal no radar como mercado emissor e como destino”

23-02-2021 (19h29)

A Norwegian Cruise Line (NCL), que antes da pandemia de covid-19 estava a investir em Portugal como destino e mercado emissor para os seus cruzeiros, vai continuar a investir no seu crescimento no país, anunciaram hoje os directores da companhia Kevin Bubolz e Jürgen Stille numa conferência de imprensa online.

Agências de viagens e operadores já têm linha de cem milhões para reembolsarem clientes

23-02-2021 (18h45)

O Ministério da Economia anunciou que desde hoje as agências de viagens e operadores turísticos já dispõem de uma linha de crédito para poderem reembolsar clientes que, devido aos impactos da covid-19, ficaram sem as viagens que pagaram.

ECTAA quer acção das instituições europeias para travar atrasos nos reembolsos de viagens

23-02-2021 (18h24)

A ECTAA, organização que junta as associações de agências de viagens e operadores turísticos da Europa, quer que as instituições europeias actuem no sentido de obrigar as companhias de aviação a reembolsarem pelos voos não realizados pelos impactos da pandemia de covid-19.

NCL cria plataforma para agentes de viagens que permitirá “regressar em força” às vendas

23-02-2021 (17h33)

A Norwegian Cruise Line (NCL) aproveitou a suspensão das operações para investir numa plataforma que permitirá aos agentes de viagens "vender melhor os nossos cruzeiros" e, assim, "regressar em força", anunciaram hoje os directores da companhia Kevin Bubolz e Jürgen Stille numa conferência de imprensa online.

TAP confirma Nuno Sousa como responsável de Vendas no mercado português

23-02-2021 (14h13)

A TAP confirmou hoje a notícia avançada pelo PressTUR na sexta-feira de que Nuno Sousa substitui Dionísio Barum na liderança das Vendas da companhia aérea no mercado português.

Opinião e Análise