David Neeleman põe os pontos nos iis quanto à sua posição na TAP

29-06-2020 (19h32)

Depois de meses de silêncio, o accionista de referência da TAP, David Neeleman, clarifica a sua posição em declaração escrita enviada à agência Lusa, na qual diz estar certo que “o Governo português saberá respeitar os compromissos assumidos com quem acreditou e transformou a companhia”.

David Neeleman diz na mesma declaração que é verdade que a TAP precisa “da ajuda do Estado Português”, acrescentando que assim é tal “como todas as outras companhias aéreas na Europa” e realça que “todo o investimento feito pelo Estado” na empresa “tem um retorno garantido, multiplicado por muitas vezes”.

E eleva a fasquia, garantindo que o seu foco “não é apenas garantir que a TAP sobreviva, mas que recupere a rota de crescimento que vinha percorrendo e que prospere para que possamos cuidar dos nossos trabalhadores e clientes”.

O empresário explica porque quebrou finalmente o silêncio que tem mantido, afirmando que: “no entanto, e porque há limites, não posso deixar de rejeitar as declarações sobre o empenho dos privados no futuro da TAP”.

O empresário, aliás, enaltece o historial da sua intervenção na TAP, dizendo que tem hoje o mesmo empenho que em 2015, “quando ganhámos a privatização e salvámos a TAP de uma situação de insolvência, e após cinco anos de trabalho muito duro transformámos a TAP numa companhia renovada, de maior dimensão e preparada para o futuro”.

“Continuamos a acreditar na TAP apesar desta enorme crise que afectou toda a economia e em particular o sector da aviação”, acrescenta, assinalando que “desde o início da crise a equipa executiva tem trabalhado noite e dia em conjunto com os fornecedores, tendo negociado e obtido apoios importantes na ordem de centenas de milhões de euros”.

“Apesar de não ter sido essa a nossa proposta, agradecemos muito o apoio do Estado português através de um empréstimo de emergência à TAP e aceitamos obviamente as medidas de controlo da utilização desse empréstimo”, garante Neeleman na mesma declaração,

O accionista diz que se sentiu na necessidade de “rejeitar as declarações sobre o empenho dos privados no futuro da TAP”, garantindo que estes estão “disponíveis para aceitar a participação do Estado na Comissão Executiva imediatamente e mesmo antes de uma eventual capitalização do empréstimo”, uma proposta a que o ministro Pedro Nuno Santos reagiu desabridamente, referindo-se à TAP como uma companhia de mão estendida.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: David Neeleman

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Jet2.com programa 45 voos por semana de oito cidades britânicas para Faro em Agosto

14-07-2020 (16h42)

A low cost britânica Jet2.com, do Dart Group, de que fazem parte também o operador Jet2holidays tem programados 45 voos por semana de oito cidades britânicas para Faro, com preços desde 40 euros em Agosto, bem como outros oito para o Funchal, de sete origens no Reino Unido.

António Costa diz que Europa começa a perceber que os surtos de covid-19 em Portugal são localizados

14-07-2020 (16h16)

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou estar convicto de que os países da União Europeia começam "finalmente" a perceber que o aumento do número de casos de covid-19 em Portugal é muito localizado, assumindo que também tem sensibilizado os seus homólogos europeus.

American Airlines programa retoma dos voos Filadélfia – Lisboa para 27 de Março

14-07-2020 (15h47)

A American Airlines, maior companhia de aviação do mundo que interrompeu os voos de/para Lisboa devido à pandemia de covid-19, tem programado retomar as ligações entre o seu hub de Filadélfia e a capital portuguesa no início do Verão IATA 2021.

Dois dos quatro parques aquáticos algarvios fazem temporada de Verão

14-07-2020 (11h38)

Metade dos parques de diversão aquáticos do Algarve reabriram para este Verão, procurando cumprir todas as regras das entidades de saúde, mas com uma perspectiva de público bem inferior.

Mundo alcança recorde diário de novos casos de covid-19

13-07-2020 (16h46)

A Organização Mundial de Saúde (OMS) registou este Domingo um recorde de novos casos de covid-19, com mais de 230 mil.

Opinião e Análise