Governo anuncia novos apoios financeiros para micro e pequenas empresas

07-07-2020 (15h32)

Foto: Didier Weemaels / Unsplash
Foto: Didier Weemaels / Unsplash

O ministro da Economia anunciou hoje a abertura, “na semana de dia 20”, de uma nova linha de crédito de mil milhões de euros dirigida a micro e pequenas empresas.

“Já na semana de dia 20 vamos abrir uma nova linha de crédito dirigida a um conjunto de atividades económicas, mas incidindo exclusivamente nas micro e pequenas empresas”, anunciou o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, numa audição regimental na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, na Assembleia da República.

O governante esclareceu que a linha de crédito tem a dotação de mil milhões de euros e será distribuída segundo uma chave já em curso com o setor bancário, aprendendo “com as últimas experiências” e de forma a que os apoios cheguem “ao maior número de empresas de forma mais célere possível”.

Esta linha de crédito destina-se a micro e pequenas empresas de todos os setores de atividade.

Já para o setor do turismo, será disponibilizado um crédito às micro empresas, com uma componente de 20% que pode ser convertida em fundo perdido, se forem atingidos critérios em termos de manutenção do emprego, acrescentou o ministro.

Ainda em relação ao turismo, o ministro da Economia anunciou o reforço para 100 milhões de euros da linha de crédito gerida pelo Turismo de Portugal e que vai “alargar a Linha Capitalizar para o Turismo em mais 300 milhões de euros".

No Programa de Estabilização Económica e Social estão ainda previstas, especificamente para o turismo, uma linha de apoio à qualificação da oferta, reforçando a que já existe em cerca de 300 milhões de euros, um programa de apoio à realização de eventos, o reforço do programa VIP para captação de rotas aéreas e a possibilidade de dar uma devolução do valor do IVA às empresas organizadoras de eventos.

Questionado sobre o desfasamento dos apoios no tempo, o ministro sublinhou que já estão contratados quase 5,5 mil milhões de euros das linhas de credito disponibilizadas pelo Governo, garantindo que está a ser feito um trabalho com os bancos para que o prazo de disponibilização seja mais rápido e que possa ser dirigido “às empresas que, neste momento, estão mais carecidas”.

Quanto à possibilidade de vir a ocorrer uma vaga de despedimentos, Pedro Siza Vieira não excluiu a hipótese de virem a acontecer despedimentos coletivos, mas sublinhou que os apoios concedidos pelo Governo inibem que isso aconteça enquanto há crédito a ser concedido.

“Foi precisamente essa a preocupação que norteou o desenho destes apoios. [...] Amortecer o impacto [da pandemia na economia] e proteger o emprego”, reiterou.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Revive lança concurso para recuperação do Mosteiro de Santo André de Rendufe para turismo

08-08-2020 (08h48)

O Governo anunciou ontem a abertura de concurso para a concessão por 50 anos do Mosteiro de Santo André de Rendufe, em Amares, Braga, no âmbito do programa Revive, pelo qual já foram concessionados 16 imóveis, com cerca de 135,5 milhões de euros de investimento na sua recuperação e rendas anuais na ordem dos 4,4 milhões de euros.

Sopa da Pedra e Caralhotas de Almeirim conquistam certificações

07-08-2020 (17h50)

A Sopa da Pedra e as Caralhotas de Almeirim (pão pequeno cozido no forno a lenha) conquistaram selos de certificação em Portugal, anunciou o município de Almeirim, apontando um "reconhecimento da genuinidade" e uma "mais valia económica e turística".

Tourism Explorers regressa a Setúbal para encontrar empreendedores

07-08-2020 (17h29)

O programa nacional de criação e aceleração de startups na área do turismo, Tourism Explorers, vai regressar a Setúbal para apostar “na capacitação de empreendedores”, informou o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

Aeroportos europeus perderam perto de 1.000 milhões de passageiros até ao fim de Julho

07-08-2020 (13h04)

Julho foi mais um mês de grande quebra de passageiros nos aeroportos europeus, informou hoje o Airports Council International (ACI), que avançou a estimativa de uma quebra de 208 milhões no mês, acrescentando que, dessa forma, desde o início do ano os aeroportos europeus estão com menos 969 milhões e passageiros que no período homólogo de 2019.

Chaves investe na ecovia transfronteiriça do Tâmega e nos balneários termais

05-08-2020 (19h13)

O município de Chaves vai aplicar cerca de 830 mil euros em dois projectos que visam prolongar a ecovia transfronteiriça do Tâmega e promover e valorizar a oferta dos balneários termais do concelho.

Opinião e Análise