Governo da Madeira mantém as iluminações e o espectáculo pirotécnico no Natal e fim do ano

16-10-2020 (17h20)

Foto: Turismo da Madeira
Foto: Turismo da Madeira

O chefe Governo da Madeira anunciou que o executivo não vai autorizar a realização de algumas festividades no período do Natal, mas mantém as iluminações e o espectáculo pirotécnico no fim do ano nos moldes que caracterizam o réveillon na Madeira, que é uma das propostas que operadores do continente já têm no mercado.

“Vamos concretizar as iluminações, o fogo do fim do ano vai acontecer. Algumas festividades públicas, com consumo de álcool na rua, que geram concentração de pessoas, umas em cima das outras, essas não vamos promover nem autorizar", disse Miguel Albuquerque, no Funchal.

O presidente do Governo Regional, que falava na apresentação do Plano da Saúde para o Outono - Inverno 2020/2021, referiu-se, em especial, às designadas “noites do mercado”, que ocorrem um pouco por toda a região durante a quadra natalícia, mas sobretudo no Funchal.

“São convívios com milhares de pessoas e isso não é conveniente nem favorável às medidas [de contenção da covid-19]”, sublinhou, sublinhando que a situação pandémica na Madeira “não é comparável” à do resto do país e da Europa, pois estão registados 108 casos activos no arquipélago, 101 deles foram identificados no contexto das atividades de vigilância implementadas nos aeroportos e apenas sete são de transmissão local.

Miguel Albuquerque realçou que a região tem agora “três grandes desafios” pela frente, nomeadamente prolongar no tempo a atitude de responsabilidade e de prevenção da população, reforçar o Serviço Regional de Saúde face ao provável aumento de doenças respiratórias nos meses de inverno e manter a prioridade na salvaguarda da saúde e da vida dos cidadãos.

“O principal activo é a confiança e vai ser mantido”, disse, reforçando: “Para isso contamos com profissionais de excelência e com planeamento, prevenção e previsão”.

Miguel Albuquerque destacou a importância do Plano da Saúde para o Outono - Inverno 2020/2021, considerando a necessidade de, eventualmente, se enfrentar em simultâneo vários tipos de doenças respiratórias, como a gripe e a covid-19.

“É evidente que não há planos fixos, inamovíveis. Este é um plano que tem linhas estratégicas muito importantes, mas pode ser adaptado em função da evolução das doenças e do número de contágios”, declarou.

O Plano da Saúde para o Outono - Inverno 2020/2021 foi elaborado pelo Grupo Coordenador do Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e de Resistência aos Antimicrobianos do Serviço Regional de Saúde e tem por objetivo preparar e dar resposta a um eventual crescimento pandémico da covid-19, bem como a “todas as necessidades” em saúde da população da Madeira e Porto Santo.

(PressTUR com Agência Lusa)

Para ler mais clique: Operadores portugueses contratam 500 lugares em voos charter para réveillon na Madeira

 

Clique para mais notícias: Madeira

Clique para mais notícias: Covid-19

 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo espera 40 mil candidaturas ao novo concurso do Apoiar.pt

21-01-2021 (18h05)

O Governo prevê que o novo concurso do programa Apoiar.pt, que abrange as quebras registadas no quarto trimestre, deverá receber cerca de 40 mil candidaturas, em linha com o que aconteceu na fase anterior.

Quebra das exportações de transporte aéreo de passageiros menos drástica que importações

21-01-2021 (17h24)

As compras de passagens aéreas ao estrangeiro caíram 58,2% nos primeiros onze meses de 2020, que é uma queda relativa superior em 6,5 pontos à das exportações, de acordo com os dados do Banco de Portugal consultados pelo PressTUR.

Contribuição do turismo para balança externa cai 61% nos primeiros onze meses de 2020

21-01-2021 (16h23)

O turismo, actividade que mais contribuiu nos últimos anos para o equilíbrio das contas externas, baixou essa contribuição em 61% ou 7.610,10 milhões de euros nos primeiros onze meses de 2020, de acordo com os dados mais recentes do Banco de Portugal.

Portugal já perdeu mais de 9,6 mil milhões de euros de receitas turísticas

21-01-2021 (16h17)

As receitas turísticas portuguesas, que representam o total de gastos de turistas estrangeiros no país, em forte queda pela covid-19, apresentavam no fim de Novembro uma quebra que já é superior a 9,6 mil milhões de euros.

Portugal atinge novos máximos com 219 mortes e 14.647 infectados com o novo coronavírus

20-01-2021 (17h47)

Portugal somou ontem 219 mortes relacionadas com a covid-19 e 14.647 casos de infecção com o novo coronavirus, os aumentos diários mais elevados desde o início da pandemia, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Opinião e Análise