Lisboa recebe fase final da Liga dos Campeões de futebol em Agosto

17-06-2020 (16h20)

Foto: Martha Dominguez de Gouveia / Unsplash
Foto: Martha Dominguez de Gouveia / Unsplash

Lisboa vai receber a fase final da Liga dos Campeões de futebol em Agosto, numa final a oito, em campos neutros e com apenas um jogo por eliminatória, anunciou hoje a UEFA.

O encontro decisivo estava previsto para o Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul, na Turquia, que, em Maio de 2018, tinha derrotado a casa do Benfica nesta corrida.

A edição de 2019/20 da Champions, que foi suspensa em Março devido à pandemia de covid-19, vai ser retomada com os restantes quatro jogos dos oitavos de final, seguindo-se o desfecho inédito em campos neutros, nos Estádios da Luz e José Alvalade, em Lisboa, confirmou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Atlético de Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain aguardam a segunda mão dos embates dos oitavos (Manchester City-Real Madrid, Juventus-Lyon, FC Barcelona-Nápoles e Bayern Munique-Chelsea), agendados para 7 e 8 de Agosto, no Porto ou em Guimarães, caso não sejam jogados nos recintos dos clubes, segundo a UEFA.

Nessa altura, já vai ser conhecido o alinhamento dos quartos de final, a disputar entre 12 e 15 de Agosto, e das meias finais, em 18 e 19 de Agosto, uma vez que o sorteio destas fases ficou marcado para 10 de Julho.

A final será disputada em Lisboa, no Estádio da Luz, em 23 de Agosto. Será disputada pela terceira vez em Portugal.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, considerou hoje “precoce” admitir a presença de público nos estádios portugueses durante a final a oito da Liga dos Campeões de futebol em Lisboa.

“É precoce dizer [se haverá público]. O que quer que a Direção-Geral da Saúde [DGS] faça, fá-lo-á avaliando a situação especifica desta competição e em articulação com o parceiro que tem nessa avaliação, que é a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Neste momento, é precoce dizer seja o que for”, afirmou Graça Freitas, na conferência de imprensa diária sobre a pandemia de covid-19.

Graça Freitas referiu ainda que cabe a “outras entidades” calcular a estimativa de visitantes ao país.

A responsável disse que “quantos mais visitantes forem melhor será para o país, mas desde que sejam cumpridas as regras” sanitárias.

Graça Freitas observou ainda que tem “a garantia da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), da FPF, e dos clubes envolvidos, mas sobretudo da FPF, de que os códigos de conduta e regras serão observados”.

A diretora-geral notou ainda que Portugal “é um país seguro” e que a região de Lisboa e Vale do Tejo tem registado um elevado número de casos de infeção pelo novo coronavírus porque a entidades estão “procurá-los activamente”.

“Um excelente exemplo da segurança do nosso país é a forma como o campeonato foi retomado. Um modelo que tão bem tem resultado com a FPF, também resultará com a Champions”, afirmou.

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, destacou que o envolvimento da DGS no plano de organização da prova, assinalando que “dá confiança aos organismos internacionais para trazer o evento” para Portugal.

“Será uma boa decisão trazer a Champions, com segurança, como tem acontecido com o campeonato nacional”, afirmou.

Na comunicação hoje feita, o secretário-geral da UEFA, Giorgio Marchetti, indicou ainda que os palcos previstos paras as finais avançam todos um ano, devido ao facto de Istambul, que deveria receber este ano a final da Champions, ter sido cancelada.

Assim, a cidade turca acolherá a final de 2020/21, no Estádio Olímpico Atatürk, São Petersburgo receberá a decisão em 2022, Munique em 2023 e Wembley (Londres) em 2024.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo espera 40 mil candidaturas ao novo concurso do Apoiar.pt

21-01-2021 (18h05)

O Governo prevê que o novo concurso do programa Apoiar.pt, que abrange as quebras registadas no quarto trimestre, deverá receber cerca de 40 mil candidaturas, em linha com o que aconteceu na fase anterior.

Quebra das exportações de transporte aéreo de passageiros menos drástica que importações

21-01-2021 (17h24)

As compras de passagens aéreas ao estrangeiro caíram 58,2% nos primeiros onze meses de 2020, que é uma queda relativa superior em 6,5 pontos à das exportações, de acordo com os dados do Banco de Portugal consultados pelo PressTUR.

Contribuição do turismo para balança externa cai 61% nos primeiros onze meses de 2020

21-01-2021 (16h23)

O turismo, actividade que mais contribuiu nos últimos anos para o equilíbrio das contas externas, baixou essa contribuição em 61% ou 7.610,10 milhões de euros nos primeiros onze meses de 2020, de acordo com os dados mais recentes do Banco de Portugal.

Portugal já perdeu mais de 9,6 mil milhões de euros de receitas turísticas

21-01-2021 (16h17)

As receitas turísticas portuguesas, que representam o total de gastos de turistas estrangeiros no país, em forte queda pela covid-19, apresentavam no fim de Novembro uma quebra que já é superior a 9,6 mil milhões de euros.

Portugal atinge novos máximos com 219 mortes e 14.647 infectados com o novo coronavírus

20-01-2021 (17h47)

Portugal somou ontem 219 mortes relacionadas com a covid-19 e 14.647 casos de infecção com o novo coronavirus, os aumentos diários mais elevados desde o início da pandemia, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Opinião e Análise