Portugal atingiu ontem o segundo novo máximo diário consecutivo de infectados com covid-19

28-03-2020 (13h47)

Portugal identificou ontem mais 902 doentes infectados com o novo coronavírus, que é um novo máximo diário de infecções, superando o que se tinha verificado na quinta-feira, quando foram comunicados mais 724 casos que na quarta.

O novo máximo reflecte, nomeadamente, um novo máximo de novo infectados na região Norte, onde foram identificados mais 592 doentres, depois de na quinta-feira terem sido mais 585, e o maior aumento diário na região Centro, com mais 127 que na véspera, além do segundo maior aumento diário em Lisboa, com mais 177, aquém apenas do aumento de 203 na segunda-feira, dia 22.

A evolução na sexta-feira eleva para 5.170 o total de pessoas infectadas em Portugal desde o início da pandemia, que representam 15,8% dos 32.754 “casos suspeitos”, em relação aos quais a informação indica que na maioria (69,1% ou 22.646) não se confirmaram as suspeitas e que ainda há 15,1% ou 4.938 a aguardar resultado laboratorial.

Relativamente à distribuição geográfica da doença, os dados oficiais, além, de confirmarem a grande concentração de casos de infecção em três regiões, nas quais se localizam 96,1% dos doentes, com 58,7% no Norte, 24,9% em Lisboa e Vale do Tejo e 12,5% no Centro.

E o mesmo se passa com os óbitos, 99% dos quais ocorreram no Norte (44%), Centro (28%) e Lisboa e Vale do Tejo (27%).

Os dados da Direcção Geral de Saúde mostram adicionalmente que 93% dos doentes falecidos tinham mais 60 anos, sendo que 58% tinham mais de 80, 21% tinham entre 70 e 79 e 14% tinham entre 60 e 69.

Os óbitos de doentes com menos de 60 anos são 7%, com 5% na faixa de 50 a 59 anos e 2% com 40 a 49.

 

Para ler mais clique:

Mortes por covid-19 em Portugal atingem a centena

 

 

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Coronavírus

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

“TAP pode contar connosco para seguir em frente”, primeiro-ministro

03-06-2020 (17h30)

O primeiro-ministro, António Costa, deixou claro hoje no Parlamento as razões do apoio do Governo à TAP, realçando nomeadamente que “é essencial para o país” em várias vertentes, além de que “é mesmo a segunda maior exportadora” portuguesa.

Portugal negoceia “ponte aérea” com Reino Unido

03-06-2020 (16h42)

Portugal está em conversações com o Reino Unido para estabelecer uma "ponte aérea" que permita aos turistas britânicos evitar a quarentena imposta no regresso ao seu país, disse hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros português.

Governo já está em “consultas prévias” com União Europeia sobre apoios à TAP

03-06-2020 (16h26)

O primeiro-ministro António Costa revelou hoje no Parlamento que o “está neste momento em consultas prévias com a Direcção Geral da Concorrência da União Europeia para a formalização em breve das medidas de auxílio de Estado [à TAP] que nos parecem adequadas”.

KLM prevê chegar em Julho a 25% a 30% do número “normal” de voos

03-06-2020 (13h24)

A companhia holandesa KLM, do mesmo grupo que a Air France, anunciou que no mês de Julho vai expandir a sua oferta de voos, “especialmente para o Sul da Europa”, incluindo o Porto.

Governo dos Açores destaca importância das medidas de prevenção na retoma do turismo

03-06-2020 (12h34)

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, defendeu que as medidas de combate à covid-19 à chegada à região permitem manter o equilíbrio entre a retoma do turismo e o controlo do surto.

Opinião e Análise