Portugal investe em promoção de turismo responsável em 2021

13-01-2021 (17h50)

A estratégia de promoção turística de Portugal para este ano aposta na sustentabilidade, com iniciativas que pretendem "criar um turismo responsável" e "reforçar a percepção de destino sustentável", anunciou o Turismo de Portugal.

“Um dos eixos basilares da estratégia de promoção turística para 2021 é a sustentabilidade, ao incorporar ações e iniciativas que respondem ao desígnio de criar um turismo responsável e que reflete os Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável”, sublinha um comunicado do Turismo de Portugal.

O instituto, que apresentou ontem o seu plano ao Conselho Estratégico para a Promoção Turística Externa (CEPT), anunciou que vai lançar uma campanha focada “na mudança de paradigma da procura” para “reforçar a percepção de destino sustentável”.

A campanha, designada “#CantSkipTomorrow”, é dirigida aos principais mercados emissores de turistas para Portugal, designadamente Reino Unido, França, Espanha, Brasil e Alemanha (clique para ler: Portugal desafia principais mercados emissores a criar “um turismo mais sustentável”).

A estratégia do Turismo de Portugal pretende ainda reforçar a digitalização da atividade promocional, através de “um maior alinhamento na utilização de tecnologia entre as Agências Regionais de Promoção Turística (ARPT’s) e o Turismo de Portugal e a amplificação do ecossistema de conteúdos partilhados nas plataformas digitais”.

Outras prioridades do Plano de Retoma para 2021 incluem “a reposição da conectividade aérea, o estímulo à Operação Turística, a criação de oferta comercial de produtos turísticos diferenciados que promovam a coesão territorial e a capacitação do Trade Nacional e Internacional”.

“Em 2021, as prioridades passarão por promover a articulação com as empresas e o alinhamento com e entre os destinos regionais, bem como por assegurar o acompanhamento em permanência dos mercados, com agilidade, flexibilidade, cooperação e rapidez para dar resposta às oportunidades que se venham a verificar na procura e na operação turística”, afirmou o ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, que preside ao ao Conselho Estratégico para a Promoção Turística Externa (CEPT), citado no comunicado.

Citada na mesma nota, a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, elogiou “a flexibilidade de uma estratégia que se adapta à procura e às tendências de viagem das pessoas e que é, em simultâneo, uma plataforma de marca consciente, consequente com os seus valores, nomeadamente a sustentabilidade, e que visa contribuir para o bem de todos”.

O CEPT é a estrutura consultiva do Governo em matéria de promoção turística externa e de concertação estratégica, constituída por representantes do Turismo de Portugal, dos Governos Regionais da Madeira e dos Açores, do setor privado, através da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), das ARPT’s e das Entidades Regionais de Turismo.

 

Clique para ver mais: Portugal


Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHP classifica de “absurdo” manter hotéis abertos sem poderem prestar serviços

15-01-2021 (17h52)

O presidente da AHP - Associação da Hotelaria de Portugal considera “lamentável” que, vistas as limitações impostas, o Governo não tenha decretado o encerramento dos hotéis para que pudessem aceder ao regime de lay-off simplificado.

Quebra de passageiros no Aeroporto de Lisboa em 2020 atingiu 21,9 milhões

15-01-2021 (16h24)

O Aeroporto de Lisboa, que em 2019 se debatia com falta de capacidade para tanto tráfego, em 2020, com a pandemia de covid-19, teve uma quebra para uns escassos 9,26 milhões de passageiros, pouco mais do que teve só no Verão de 2019 (9,19 milhões).

Hospitais em Portugal já têm mais de 4.500 internados com covid-19

15-01-2021 (16h23)

Os hospitais em Portugal nunca tiveram tantos doentes internados com covid-19 como esta quinta-feira, com 4.560, incluindo 622 em unidades de cuidados intensivos.

Quebra de tráfego aéreo de/para Portugal agravou-se no quarto trimestre de 2020 para 77%

15-01-2021 (15h51)

O quarto trimestre, que já por si é um período de época baixa da aviação no Hemisfério Norte, no ano passado até foi de agravamento da quebra induzida pela pandemia de covid-19, com o decréscimo der passageiros nos aeroportos portugueses geridos pela ANA/Vinci a situar-se 7,4 pontos acima da quebra média no ano.

Governo vai reabrir linha de crédito com garantia do Estado de 400 milhões de euros

15-01-2021 (13h27)

O Governo vai reabrir a linha de crédito com garantia do Estado para as empresas mais afectadas pelo novo confinamento, disponibilizando para já 400 milhões de euros, disse o ministro de Estado e da Economia, Siza Vieira.

Opinião e Análise