Reinvenção do turismo requer “sinergia com outros sectores” – Marcelo Rebelo de Sousa

17-11-2016 (17h57)

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salienta numa mensagem ao 28º Congresso da AHP que "2016 é um ano histórico para o turismo português", mas reconhece a existência de desafios, que podem ser superados trabalhando "melhor em rede" e "em sinergia com outros sectores".

A mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa, lida aos participantes do Congresso da AHP pela presidente da direcção executiva da Associação, Cristina Siza Vieira, enfatiza que “2016 é um ano histórico para o turismo português”, com números “francamente positivos”.

Contudo, o presidente da República defende que “o mais importante é assegurar que não se trata de um epifenómeno, fortalecendo as bases para um crescimento a ritmo forte e sustentado em todo o território nacional e em todas as épocas do ano”.

Na sua perspectiva, “a solução passa pela aposta na diferenciação, na qualidade, na formação, na inovação, na promoção do património natural e cultural” e “o desafio da subida na cadeia de valor e da reinvenção deste sector passa por funcionarmos melhor em rede, em sinergia com outros sectores da economia e sociedade e com uma visão estratégica para o turismo e para a cultura - não só devido ao peso crescente do turismo no produto interno bruto e nas exportações, mas também pelo efeito na auto-estima do Povo e no maior orgulho nos produtos e serviços feitos em Portugal”.

A mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa alerta os participantes do Congresso de que, apesar dos “motivos para estarmos confiantes no futuro”, os “dados positivos até agora conhecidos dão-vos uma responsabilidade acrescida para que o aumento da receita se traduza em melhoria contínua na gestão, na formação e ainda melhor serviço”.

“Essa responsabilidade está aliada a um agradecimento institucional a todos vós”, prossegue a mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa, dirigindo-se aos “agentes económicos e sociais que investem e trabalham no sector do turismo [e que] têm uma forte responsabilidade na maior notoriedade da imagem do País”, o que “deve ser destacado pelo Presidente da República e por todos os que servem Portugal”.

 

O PressTUR participa no 28º Congresso Nacional da AHP a decorrer nos Açores a convite da Associação

 

Ver também:

Hotéis têm que passar a ser “mais donos do seu negócio” – AHP

AHP reclama falta de fiscalização da ASAE

Francisco Calheiros prevê “retracção no consumo interno” com aumento dos impostos indirectos previsto no OE 2017

 

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: AHP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Administração da TAP SGPS desautoriza Comissão Executiva da companhia

27-05-2020 (19h59)

O Conselho de Administração da holding TAP, presidido por Miguel Frasquilho e no qual têm assento gestores indicados pelo Governo, desautorizou hoje a Comissão Executiva da companhia, mas sem consumar ‘a tomada do poder’.

Vinhais isenta restauração de taxas até Setembro

27-05-2020 (18h53)

O município de Vinhais, no distrito de Bragança, decidiu isentar de taxas a restauração do concelho como incentivo à retoma da actividade depois da paragem de dois meses imposta pelas medidas de contenção da pandemia de covid-19.

Beja lança campanha para estimular compras no comércio local

27-05-2020 (18h38)

A Câmara de Beja lançou uma campanha para estimular compras no comércio local e consumos nos restaurantes e "minimizar" impactos e "consequências nefastas" da pandemia de covid-19 na economia do concelho.

Binter retoma voos Madeira - Porto Santo na segunda-feira

27-05-2020 (18h14)

A companhia aérea Binter vai retomar os voos entre as ilhas da Madeira e de Porto Santo nasegunda-feira, após a ligação ter sido suspensa devido às medidas de contenção da covid-19, anunciou hoje a empresa.

Governo dos Açores quer arrendar casas de alojamento local a famílias

27-05-2020 (17h54)

O Governo dos Açores pretende apoiar famílias e proprietários com um programa em que arrenda casas de alojamento local para as disponibilizar, a preços acessíveis, para habitação permanente, indicou hoje fonte do executivo à agência Lusa.

Opinião e Análise