Tráfego aéreo em Portugal em 2020 ‘afundou’ para níveis de 1998

18-01-2021 (17h10)

A NAV Portugal, prestador de serviços de navegação no espaço aéreo português, geriu 345,3 mil voos em 2020, um ano marcado pelos efeitos da pandemia de covid-19, levando ao “pior registo desde 1998”, quando foram geridos 357 mil voos.

Os 345,3 mil voos geridos em 2020, ano marcado pela pandemia de covid-19, foram menso 58% que os geridos em 2019.

Segundo a NAV, desde 1998, o total de movimentos “manteve-se em crescimento praticamente constante até ao máximo registado em 2019” de 816 mil voos.

“Foi uma situação que apanhou todos desprevenidos. Nunca ninguém julgou ser possível que a aviação chegasse à quase total imobilidade. Adaptar a operação às condicionantes da pandemia e, em simultâneo, às exigências inadiáveis de transporte de material médico, voos de emergência e centenas de voos de repatriamento para vários países europeus, foi um dos maiores desafios que a NAV alguma vez enfrentou”, frisou o presidente da NAV, Manuel Teixeira Rolo, citado em comunicado.

“Apesar de mesmo as previsões mais pessimistas terem sido dizimadas pela evolução do cenário pandémico, com quedas mais avultadas ao longo do ano que o inicialmente previsto, estimamos que este ano seja de alguma estabilidade”, acrescentou o executivo.

Os dados da NAV, que completa hoje 22 anos de existência, indicam que os efeitos da pandemia no tráfego aéreo foram imediatos, com os voos a cair para -94% em Abril, -92% em Maio e -88% em Junho, comparativamente aos mesmos meses de 2019.

Ao longo do Verão, observou-se uma ligeira melhoria, atingindo níveis equivalentes a -55% em relação ao mesmo período de 2019, “mas os últimos meses do ano ficaram marcados por nova deterioração, tendência que se mantém nestes primeiros dias de 2021”, explicou a empresa.

“O Eurocontrol estima que o tráfego total em 2021 persista bastante aquém dos valores pré-pandemia, ainda que se espere que o próximo Verão traga uma recuperação mais acelerada do total de voos”, lembrou a NAV.

Aquela organização prevê ainda que o regresso a valores próximos do total de voos registado em 2019 só deverá ocorrer em 2024.

Neste sentido, a NAV disse estar a dar prioridade à “preparação do futuro”, prevendo a entrada em funcionamento de um novo sistema de gestão de tráfego e a inauguração de uma nova sala de operações.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

MSC Seaside volta aos cruzeiros a 1 de Maio

01-03-2021 (16h36)

A MSC Cruzeiros anunciou que o MSC Seaside vai voltar aos cruzeiros a 1 de Maio, juntando-se assim ao MSC Grandiosa que está a fazer itinerários no Mediterrâneo Oriental.

Comissão Europeia propõe este mês passe digital para permitir retoma das viagens

01-03-2021 (16h03)

A Comissão Europeia vai propor este mês um “Digital Green Pass” com indicações de vacinação, teste negativo ou recuperação recente da covid-19 para que se possa retomar a mobilidade, “que muitos Estados esperam ocorra em toda a Europa antes de Maio”.

Vila Galé junta 2.500 colaboradores de Portugal e do Brasil em convenção digital

01-03-2021 (15h43)

A Vila Galé começa hoje a sua convenção anual que vai reunir pela primeira vez todos os 2.500 colaboradores de Portugal e do Brasil em simultâneo, em formato digital, além de convidados como a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e o ministro de Turismo do Brasil, Gilson Machado Neto.

Portugal teve quebras de dormidas acima de 90% de oito dos 17 maiores emissores

01-03-2021 (14h02)

O alojamento turístico português teve em Janeiro uma quebra média das dormidas de turistas residentes no estrangeiro em 87%, impulsionada por quebras acima de 90% de oito dos 17 maiores emissores, entre eles o Reino Unido, tradicional nº 1.

Lufthansa vai voar entre Frankfurt e Ponta Delgada este Verão

01-03-2021 (13h45)

A companhia de aviação Lufthansa vai voar entre Frankfurt e Ponta Delgada este Verão, com uma ligação por semana, aos Domingos, em avião A320neo de 180 lugares.

Opinião e Análise