Turistas franceses garantiram 21,2% das receitas turísticas portuguesas no 1º quadrimestre

22-06-2021 (17h10)

Foto: Markus Spiske / Unsplash
Foto: Markus Spiske / Unsplash

Um em cada cinco euros de receitas turísticas portuguesas nos primeiros quatro meses deste ano tiveram origem em turistas residentes em França, concluiu o PressTUR a partir dos dados publicados hoje pelo Banco de Portugal.

A informação indica que os turistas residentes em França despenderam 247,89 milhões de euros em Portugal nos primeiros quatro meses deste ano, quase mais cem milhões que o segundo maior emissor e que têm sido repetidamente os líderes, os turistas residentes no Reino Unido, cujos gastos até Abril, inclusive, ascenderam a 150,40 milhões de euros.

Os dados do banco central recolhidos pelo PressTUR permitiram concluir que o ranking dos maiores emissores em tempo de pandemia não diferiu muito do que era pré-pandemia, à excepção do Brasil, cujos residentes despenderam em Portugal 24,18 milhões de euros nos primeiros quatro meses, o que os coloca como 12º mercado emissor, quando habitualmente estavam entre os cinco primeiros.

À semelhança do que se passava pré-pandemia, na lista dos maiores emissores depois de França e Reino Unido surgem Alemanha, Espanha e Estados Unidos, respectivamente com 131 milhões, 130,42 milhões e 58,38 milhões.

A seguir ao Top5 dos países cujos residentes mais despenderam em Portugal no primeiro quadrimestre deste ano, surgem então a Suíça, com 51,54 milhões de euros, Angola, com 42,97 milhões, Países Baixos, com 35,07 milhões, Irlanda, com 32,57 milhões, Luxemburgo, com 31,33 milhões, Bélgica, com 28,72 milhões, e a fechar o ranking o Brasil, com 24,18 milhões, e Itália, com 23,20 milhões.

De acordo com estes dados, os turistas residentes em França asseguraram 21,2% das receitas turísticas portuguesas no quadrimestre, seguindo-se os residentes no Reino Unido, com 12,9%, na Alemanha, com 11,2%, em Espanha, também com 11,2%, e nos Estados Unidos, com 5%.

A comparação com o primeiro quadrimestre de 2019, pré-pandemia, indica que a subida de França à liderança dos emissores para Portugal se deve a terem sido uma das nacionalidades que menos reduziram os gastos, tendo um decréscimo em 54,1%, quando a quebra de gastos dos residentes no Reino Unido elevou-se a 79,9%, dos residentes na Alemanha foi de 72,5%, dos residentes em Espanha foi de 69,3% e dos residentes nos Estados Unidos foi de 78,4%.

A informação do banco central português evidencia de facto um reforço do predomínio dos emissores europeus, confirmando a percepção de que os turistas optam principalmente por destinos de proximidade.

Dos 1.169,67 milhões de euros de gastos em Portugal por turistas residentes no estrangeiro nos primeiros quatro meses do ano, 81,1% foram despendidos por residentes na Europa, quando em 2019 essa percentagem estava em 76,5%.

Para ler mais clique:

Viagens e turismo atiram balança comercial portuguesa para ‘o vermelho’ em Abril

Turismo internacional registou fortes crescimentos em Abril

 

Clique para mais notícias: Balança portuguesa das Viagens e Turismo

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Portugal regista 19 mortes, 2.076 novos casos e menos internamentos em enfermaria

03-08-2021 (14h32)

Portugal regista hoje, 3 de Agosto, 19 mortes atribuídas à covid-19, 2.076 novos casos de infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e uma redução nos internamentos em enfermaria, segundo dados oficiais.

Autoagendamento para jovens a partir dos 16 anos já está disponível

03-08-2021 (14h26)

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 16 ou mais anos está disponível no website da Direcção-Geral da Saúde desde madrugada, uma semana depois de ter sido aberta a vacinação para a faixa etária dos 18 ou mais anos.

Portugal é dos primeiros países a receber verbas de pré-financiamento do PRR

03-08-2021 (14h05)

A Comissão Europeia desembolsou hoje 2,2 mil milhões de euros a Portugal referente ao pré-financiamento de 13% do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), num montante global de 16,6 mil milhões de euros, aprovado no mês passado.

Pandemia tirou mais de 30 milhões de turistas estrangeiros a Espanha no 1º semestre

03-08-2021 (13h21)

Espanha recebeu no primeiro semestre deste ano 5,4 milhões de turistas estrangeiros, segundo informou hoje o INE espanhol, cujos dados indicam, assim, uma quebra de 85,8% ou 32,7 milhões relativamente ao primeiro trimestre de 2019, pré-pandemia de covid-29.

APAVT incentiva associados a denunciarem exercício ilegal da actividade de agência de viagens

02-08-2021 (14h58)

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo alertou hoje os associados que "têm vindo avolumar-se os casos de intrusismo" e apelou para continuarem a denunciá-los.

Opinião e Análise