Receitas turísticas na Tunísia crescem 40% para 500 milhões de euros

13-07-2018 (11h38)

As receitas de turismo na Tunísia no primeiro semestre cresceram 40% face ao período homólogo do ano passado, uma evolução que o Governo tunisino atribui ao ‘regresso' dos visitantes europeus.

Responsáveis do Ministério do Turismo relacionaram esta subida com o regresso paulatino dos viajantes europeus, que tornaram a escolher o país como destino de férias, depois dos atentados que em 2015 mataram 72 pessoas, 60 dos quais estrangeiros.

Segundo as estatísticas oficiais divulgadas, cerca de 3,2 milhões de turistas viajaram para a Tunísia entre 1 de Janeiro e 30 de Junho deste ano, mais 26% que no primeiro semestre de 2017, elevando as receitas turísticas para 500 milhões de euros.

Cerca de 60% dos visitantes são de mercados europeus, seguido de perto pelos argelinos.

Por nacionalidades, a maior subida foi registada pelos franceses, seguidos por alemães e russos.

Os mesmos responsáveis revelaram à agência noticiosa Efe que esperam que a tendência permita reverter definitivamente a crise em que se afundou este sector, chave para a economia tunisina, depois dos ataques, e superar o número de turistas que procuravam o país.

Entre Janeiro e 10 de Junho, a Tunísia recebeu cerca de 4.500 turistas portugueses, mais 51% que no período homólogo do ano passado, segundo revelou no final do mês passado Mounira Derbel, directora ibérica do Turismo da Tunísia (clique para ler: Chegada de turistas portugueses à Tunísia aumenta 51% até Junho).

Alguns operadores turísticos portugueses retomaram este ano as operações charter para a Tunísia, com voos para Djerba e Monastir, e declararam satisfação com o desempenho das vendas (clique para ler: Vendas para a Tunísia decorrem a bom ritmo – Solférias, Sonhando e Soltrópico).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Tunísia

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

UE retira Marrocos da lista de países sem restrições de viagens devido à covid-19

08-08-2020 (09h07)

A União Europeia retirou Marrocos da lista de países isentos de restrições de viagens por causa de um recrudescimento de casos de infeções com covid-19, anunciou o Conselho, em comunicado.

Revive lança concurso para recuperação do Mosteiro de Santo André de Rendufe para turismo

08-08-2020 (08h48)

O Governo anunciou ontem a abertura de concurso para a concessão por 50 anos do Mosteiro de Santo André de Rendufe, em Amares, Braga, no âmbito do programa Revive, pelo qual já foram concessionados 16 imóveis, com cerca de 135,5 milhões de euros de investimento na sua recuperação e rendas anuais na ordem dos 4,4 milhões de euros.

Noruega desaconselha todas as viagens para o exterior devido a aumento de casos

07-08-2020 (18h25)

O Governo norueguês desaconselhou hoje quaisquer viagens para o estrangeiro, inclusive para os destinos de onde é possível regressar sem fazer uma quarentena, devido ao aumento de casos Covid-19 em todo o continente europeu.

Sopa da Pedra e Caralhotas de Almeirim conquistam certificações

07-08-2020 (17h50)

A Sopa da Pedra e as Caralhotas de Almeirim (pão pequeno cozido no forno a lenha) conquistaram selos de certificação em Portugal, anunciou o município de Almeirim, apontando um "reconhecimento da genuinidade" e uma "mais valia económica e turística".

Tourism Explorers regressa a Setúbal para encontrar empreendedores

07-08-2020 (17h29)

O programa nacional de criação e aceleração de startups na área do turismo, Tourism Explorers, vai regressar a Setúbal para apostar “na capacitação de empreendedores”, informou o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

Opinião e Análise