Ryanair acusa agências de viagens online de bloquear reembolsos

03-07-2020 (12h32)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A Ryanair acusou hoje "agências de viagens online não autorizadas" de bloquear reembolsos de clientes, por utilizarem "emails falsos e cartões de crédito virtuais" impedindo que as reservas "possam ser rastreadas até ao consumidor individual".

"Preocupa-nos que um número significativo de clientes que fizeram reservas através de agências de viagens online não autorizadas ainda não tenha recebido os seus reembolsos porque as agências forneceram à Ryanair emails falsos ou detalhes de cartões de crédito virtuais", afirmou o CEO da Ryanair, Eddie Wilson, citado num comunicado.

A low cost alertou os reguladores irlandeses (CAR) e britânicos (CAA) para esta situação, disse Eddie Wilson, que considera urgente implementar uma regulamentação "para garantir que estes intermediários não autorizados fornecem às companhias aéreas emails verdadeiros e dados de pagamento correctos, e desta forma possamos processar os reembolsos de forma rápida e eficiente".

Sem revelar números de reservas, a companhia indica apenas que o número de pedidos de reembolso "bloqueados" por esta situação é "uma minoria significativa".

Na mesma nota, a low cost anunciou que espera concluir 90% dos processos de reembolso ou alteração da reserva dos clientes que reservaram directamente com a Ryanair e que tiveram os seus voos cancelados entre Março e Junho.

Com a reabertura dos seus escritórios em Dublin no dia 1 de Junho, a transportadora reforçou a equipa de gestão de reembolsos e conseguiu processar todos os pedidos de reembolso de voos cancelados em Março e 50% dos pedidos de Abril.

Até 15 de Julho, a Ryanair espera concluir os reembolsos dos voos cancelados em Abril, e na segunda quinzena de Julho, os reembolsos de Maio e a maioria dos pedidos de Junho.

A low cost sublinha que estes números incluem passageiros que aceitaram vouchers ou alterações de viagem para voos operados pela Ryanair em Julho, Agosto e Setembro.

 

Clique para ver mais: Ryanair

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Casos do novo coronavírus sobem na Europa Central e de Leste

25-09-2020 (17h24)

Os países da Europa central e de leste registaram muito menos casos de infeções por covid-19 na primeira vaga da pandemia, mas o relaxamento das restritivas medidas que impuseram na Primavera está a resultar num aumento de casos.

Air Macau antecipa o dobro de passageiros em Outubro

25-09-2020 (16h15)

A companhia aérea Air Macau afirmou hoje que espera vir a ter o dobro do número de passageiros em Outubro, em comparação com o mês anterior, ainda assim muito longe do habitual em anos anteriores.

Portugal detecta mais quase 900 pessoas infectadas com covid-19

25-09-2020 (15h23)

Portugal diagnosticou ontem mais quase 900 pessoas com covid-19, 505 delas em Lisboa e Vale do Tejo, 263 no Porto e Norte, 52 no Centro, 47 no Algarve, 30 no Alentejo e duas nos Açores, enquanto a Madeira esteve isenta.

Israel impõe novas restrições a voos internacionais

25-09-2020 (14h49)

O Governo de Israel anunciou hoje novas restrições a voos para o estrangeiro, no âmbito de um reforço das medidas para travar a pandemia de covid-19.

Aeroporto de Helsínquia recorre a cães para detectar casos de coronavírus

25-09-2020 (13h23)

As autoridades finlandesas decidiram enviar cães pisteiros para detectar o novo coronavírus no maior aeroporto internacional da Finlândia para testar, durante os próximos quatro meses, um método alternativo que será mais barato e mais rápido na identificação de viajantes infectados.

Opinião e Análise