Tunísia tem dez vezes mais casos após reabertura de fronteiras

04-08-2020 (16h41)

Foto: Jordan Sanchez / Unsplash
Foto: Jordan Sanchez / Unsplash

A Tunísia registou dez vezes mais casos do novo coronavírus após a reabertura das fronteiras há pouco mais de um mês, a 27 de Junho.

A Tunísia, cuja economia depende fortemente do turismo, tomou medidas precoces e rigorosas no início da epidemia de covid-19 em Março e estava relativamente bem circunscrita, segundo a agência francesa AFP.

Em meados de Junho, o país tinha apenas alguns novos casos por semana e todos ligados a pessoas repatriadas do estrangeiro, que foram colocadas em quarentena obrigatória (14 dias).

As fronteiras foram reabertas a 27 de Junho, sem impor quaisquer precauções específicas aos viajantes de países classificados como "verdes", incluindo França, Itália ou Grã-Bretanha.

Em Julho, o número de casos registados no país, que está a ser duramente afectado pelas consequências sociais das restrições de viagem, aumentou logo para várias dezenas por semana.

Entre os casos, estão 26 funcionários do aeroporto de Tunes que deram resultados positivos, levando a uma reunião de crise da organização da aviação civil, no Sábado, para reforçar os protocolos de saúde do aeroporto e a sua aplicação.

O Ministério da Saúde anunciou no Sábado à noite a morte de um doente com Covid-19, o primeiro óbito desde 17 de Junho, elevando o número total de mortos para 51 desde o início de Março.

Desde o início da pandemia, foram reportados mais de 1.500 casos de pessoas infectadas com Covid-19.

O comité de acompanhamento Covid-19 deverá reunir-se na próxima semana para analisar as medidas a tomar, enquanto quase todas as restrições foram levantadas desde Junho. As lojas e os locais de culto ou atrações turísticas estão em funcionamento.

As fronteiras com os países vizinhos, a Argélia, que foi fortemente afetada pela pandemia, e a Líbia, continuam fechadas.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CCB quer fechar contrato este ano com Mota Engil para hotel e zona comercial

01-10-2020 (16h57)

O Centro Cultural de Belém (CCB) espera assinar ainda este ano o contrato com a construtora Mota Engil, para a construção e exploração de um hotel e zona comercial nos módulos que faltam ao edifício original.

Novo coronavírus já fez mais de 34 milhões de infectados no mundo

01-10-2020 (16h53)

Pelo menos 34.041.560 pessoas foram infectadas em todo o mundo com o novo coronavírus desde que este foi descoberto em Dezembro na China, indica um balanço às 11h00 TMG (12h00 em Lisboa) de hoje da agência France-Presse.

Viajantes para províncias angolanas obrigados a ficar em Luanda pelo menos oito dias

01-10-2020 (16h52)

Os passageiros cujo destino em Angola não seja Luanda são obrigados a cumprir uma quarentena de 8 a 14 dias na capital, em local autorizado pelas autoridades sanitárias, antes de poderem viajar para outras províncias.

África do Sul proíbe entrada de turistas de Portugal por ser de “alto risco”

01-10-2020 (16h43)

Os turistas oriundos de Portugal não vão ser autorizados a entrar na África do Sul, quando o país africano reabrir as fronteiras internacionais na quinta-feira, anunciou o ministro do Interior sul-africano.

Tailândia prolonga estado de emergência até 31 de Outubro

01-10-2020 (16h41)

A Tailândia prolongou até 31 de Outubro o Estado de Emergência decretado para conter a propagação da covid-19.

Opinião e Análise