UE confirma agências e operadores como os mais penalizados pelo impacto pandemia de covid-19 no turismo

04-09-2020 (15h10)

O organismo de estatísticas da União Europeia revelou hoje dados que evidenciam que o sector das agências de viagens e operadores turísticos foi o mais penalizado pelas quebras de actividade provocadas pela pandemia de covid-19 e está a ser o que enfrenta mais dificuldade para recuperar.

A informação do Eurostat indica que o volume de negócios do sector do turismo teve uma quebra, entre Fevereiro, quando o coronavírus SARS-Cov-2 chegou à Europa, e Junho que foi 4,5 vezes mais forte que a quebra média do sector dos serviços, e que a área que mais sofreu foi a das agências de viagens e operadores turísticos.

A informação divulgada hoje indica que enquanto a quebra média de actividade dos serviços entre Fevereiro e Junho foi de 16,4%, no sector do turismo atingiu 75% e nas agências de viagens e operadores turísticos superou mesmo os 80%, atingindo 83,6%.

Os dados divulgados hoje mostram que as quebras mais fortes ocorreram, depois das agências de viagens e os operadores turísticos, no transporte aéreo, com decréscimo em 73,8%, alojamento, com quebra de 66,4%, e, por fim, na restauração, com quebra de 38,4%.

A mesma informação indica que com o alívio das medidas de confinamento, o sector das agências de viagens e operadores turísticos foi o que menos recuperou.

A informação indica que o sector da restauração e similares foi o que mais recuperou, seguindo-se o sector do alojamento e, por fim, o transporte aéreo, que teve “apenas uma recuperação ligeira”.

“O sector das agências de viagens e dos operadores turísticos ficou em Junho no mesmo nível que estava em Abril”, relata o Eurostat.

Para ilustrar o peso dos sectores na UE, o Eurostat indica que a hotelaria e o alojamento tiveram um valor acrescentando de 79 mil milhões de euros em 2017, representando 1,3% do valor acrescentado da economia empresarial não financeira, e que a restauração e similares somou 96,4 mil milhões (1,6%).

 

Clique para ver mais: Europa

Clique para ver mais: Empresas&Negócios

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

IATA reclama acção dos governos para evitar “iminente catástrofe” económica e desemprego

27-10-2020 (17h04)

A IATA, associação internacional de companhias de aviação, reclamou hoje dos governos "acção firme" para evitar uma "catástrofe" iminente com quebra da actividade económica em 1,8 biliões de dólares e perda de 46 milhões de empregos.

Wizz Air vai voar de Doncaster Sheffield para Lisboa e Faro a partir de Dezembro

27-10-2020 (16h57)

A Wizz Air, que inaugurou na semana passada uma base em Doncaster Sheffield, no Reino Unido, vai reforçar em Dezembro a sua oferta de voos a partir desse aeroporto britânico com ligações a Lisboa e Faro.

Iberostar oferece testes à covid-19 e estada prolongada a hóspedes dos seus hotéis nas Caraíbas e Brasil

27-10-2020 (16h30)

A Iberostar Hotels & Resorts lançou para o mercado o “Travel at Ease”, um programa para cobrir as despesas relacionadas com a covid-19 que os seus hóspedes possam ter na República Dominicana, Jamaica, México e Brasil.

Restrições às viagens ‘cortaram’ mais de 700 milhões de chegadas de turistas de Janeiro a Agosto

27-10-2020 (15h57)

Passados os dois meses tradicionalmente mais fortes das viagens e turismo, a quebra provocada pela pandemia de covid-19 atinge os 700 milhões de chegadas, segundo a OMT, agência das Nações Unidas para o Turismo, que avança a estimativa de uma quebra de 730 mil milhões de dólares.

Hilton escolhe o Porto para estrear a marca Tapestry Collection em Portugal

27-10-2020 (11h35)

A Hilton vai estrear a sua marca de hotéis de luxo Tapestry Collection em Portugal no início do próximo Verão, com o Sé Catedral Hotel Porto, uma unidade com 77 quartos, bar e restaurante.

Ultimas Noticias

Opinião e Análise