resultados de pesquisa para:

LAM prolonga até Janeiro ligações semanais entre Maputo e Lisboa

15-09-2020 (12h14)

A companhia Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) anunciou hoje que vai manter as ligações entre Maputo e Lisboa, iniciadas em Agosto, até Janeiro de 2021.

Linhas Aéreas de Moçambique retoma ligação Maputo-Lisboa a 25 de Agosto

17-08-2020 (19h45)

A transportadora Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) vai retomar os voos comerciais para a Europa, com a ligação Maputo-Lisboa, a partir de 25 de Agosto e, para já, até 30 de Setembro, anunciou a companhia.

LAM confirma adiamento do voo entre Maputo e Lisboa

10-06-2020 (15h43)

A transportadora Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) confirmou ontem o adiamento do seuregresso ao espaço aéreo europeu, com voos para Lisboa, para uma data a anunciar, devido aos impactos da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

LAM adia retoma dos voos entre Maputo e Lisboa

22-05-2020 (16h34)

A companhia de aviação LAM – Linhas Aéreas de Moçambique  adiou a retoma dos voos entre Maputo e Lisboa operados pela Hi Fly da família Mirpuri, que tinha previsto para o dia 2 de Junho, de Lisboa, para 2 de Julho, mas só tem disponíveis reservas a partir de 2 de Agosto.

LAM mantém para 2 de Junho início dos voos entre Lisboa e Maputo

27-04-2020 (15h57)

A LAM, Linhas Aéreas de Moçambique, tem marcado para as 17h40 de 2 de Junho, terça-feira, retomar as ligações aéreas entre Lisboa e Maputo, que deixou de voar em Fevereiro de 2012.

LAM retoma ligações Maputo – Lisboa a 2 de Junho

26-02-2020 (14h24)

A companhia de aviação estatal moçambicana Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) anunciou que vai retomar as ligações Lisboa – Maputo no dia 2 de Junho, em vez de a 31 de Março, como previsto inicialmente.

LAM inicia voos directos da Beira para quatro províncias

11-12-2019 (19h15)

A companhia de aviação estatal moçambicana Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) anunciou hoje que a partir de Domingo terá voos directos da cidade da Beira para quatro destinos domésticos: Pemba, Nampula, Tete e Lichinga.


Opinião e Análise