Alta Mora anuncia 1ª edição do Festival das Amendoeiras em Flor

29-01-2020 (15h54)

Foto: cm-castromarim.pt
Foto: cm-castromarim.pt

Certame decorre a 1 e 2 de Fevereiro

Alta Mora, em Castro Marim, vai organizar a 1ª edição do Festival das Amendoeiras em Flor, com actividades como passeios entre as árvores em flor e uma viagem pelas tradições gastronómicas e artesanais algarvias, no primeiro fim-de-semana de Fevereiro.

O Festival das Amendoeiras em Flor, em Alta Mora, concelho de Castro Marim, distrito de Faro, pretende afirmar-se logo na sua primeira edição, como um evento onde a “Natureza se conjuga com cultura e gastronomia, dando a conhecer um Algarve natural”, afirmou à Lusa Valter Matias, Presidente da Associação Recreativa Cultural e Desportiva dos Amigos da Alta Mora (ARCDAA).

Os passeios pedestres da associação já se tornaram uma tradição por entre os vales, as ribeiras e os ancestrais amendoais da serra algarvia - sob o mote da lenda das amendoeiras em flor – conseguindo registar um aumento constante de participantes - passando dos 40, no início, aos mil em 2019, obrigando a dividir as caminhadas por dois fim de semana, revelou Valter Matias.

Decidiram criar em 2020, o festival das amendoeiras em flor, dando aos visitantes a oportunidade, não só de conhecer a Natureza, mas também de “visitar o mercado de produtos locais” e assistir a recriações de artes e ofícios artesanais, que permitem “reconhecer e reavivar memórias”, deixando o recinto da escola primaria e “passando a envolver toda a aldeia”.

Entre as propostas para os dois primeiros dias de Fevereiro estão a animação de rua, o teatro, a música tradicional portuguesa (fado e folclore), os jogos tradicionais, os ateliers de pão, de queijo de cabra, bem como a gastronomia tradicional, assente em produtos tradicionais da dieta mediterrânica.

Criado com base nas caminhadas, este ano a oferta conta com passeios de 5, 8, 12 e 25 quilómetros, com o centro em Alta Mora e passagem por algumas localidades vizinhas, onde as paisagens das amendoeiras em flor são sempre “um chamariz muito grande” e o que mais tem agradados aos participantes, relevou o organizador.

A iniciativa pretende também incrementar o crescimento de mais plantações de amendoeiras, numa estratégia que procura rentabilizar as várias vertentes do produto, que pode passar pelas artes, desporto de natureza ou gastronomia.

Este evento está inserido no 365 Algarve, que tem como objetivo combater a sazonalidade na região, e mostrar que a oferta cultural também pode der um elemento de atracção para quem visita a região fora da época alta, entre Outubro e Maio.

A comissária da programação, Anabela Afonso, afirmou à Lusa que este festival é uma das actividades que se enquadrou na temática que procuraram trazer para 4ª edição do evento: “ligar as actividades culturais com as actividades ao ar livre”.

Um projecto que se desenvolve no interior do Algarve “numa das zonas mais despovoadas” - indo ao encontro de um dos objetivos do 365 Algarve - demonstrar que a cultura pode servir para tornar estes territórios mais atractivos e ajudar a fixar pessoas.

O Festival das Amendoeiras em Flor é gratuito, no entanto os passeios pedestres têm o valor de 14 euros e têm inscrições limitadas, garantindo pequeno-almoço, almoço, seguro, abastecimentos e brinde. As crianças dos 6 aos 12 anos pagam apenas 8 euros.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Actividades

Clique para ver mais: Cá Dentro

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Alijó cria centro interpretativo dedicado ao azeite do Douro

16-07-2020 (11h18)

A Câmara de Alijó anunciou hoje que vai transformar uma antiga azenha no centro interpretativo “D’Olival ao Azeite D’Ouro”, um investimento de 775 mil euros que visa valorizar e inovar o azeite duriense.

Coimbra investe 2,5 milhões de euros na requalificação de caminhos pedonais

14-07-2020 (16h05)

A Câmara de Coimbra vai adjudicar três dos cinco lotes da requalificação dos caminhos pedonais entre Celas e Arregaça, que envolvem mais de metade do valor do projecto, que é de 2,5 milhões de euros.

Redondo vai criar percurso pedonal no "coração" da serra d´Ossa

14-07-2020 (15h58)

A Câmara de Redondo (Évora) vai criar no "coração" da serra d´Ossa um percurso pedonal que pretende levar à descoberta dos patrimónios natural, paisagístico e histórico e da fauna e flora consideradas "ímpares", divulgou hoje o município.

Museu do Caramulo restaura claustros do século XVIII

14-07-2020 (15h52)

O Museu do Caramulo, em Tondela, está a restaurar os claustros do século XVIII que serviram de base a toda a estrutura edificada, após 17 anos de angariações e 40.000 euros reunidos.

Hagia Sophia de Istambul aberta aos visitantes fora das horas de oração

14-07-2020 (15h44)

A antiga basílica de Hagia Sophia (Santa Sofia), convertida numa mesquita, permanecerá aberta aos visitantes fora das horas de oração muçulmana, anunciou hoje a Autoridade para os Assuntos Religiosos da Turquia.

Opinião e Análise