Bienal de Arte de Riga reinventa-se online e começa a 21 de Maio

14-05-2020 (12h31)

Foto: www.rigabiennial.com - Curatorial Team
Foto: www.rigabiennial.com - Curatorial Team

A Bienal Internacional de Arte de Riga - RIBOCA2, na Letónia, que deveria começar no próximo Sábado, 16 de Maio, vai decorrer online a partir de dia 21, com conversas e um filme com a exposição inacabada como cenário.

Sob o tema dos futuros alternativos, o certame iria durar cinco meses, até 11 de Outubro, mas devido à pandemia da covid-19, a organização viu-se forçada a cancelar a programação prevista e "reimaginar-se", de acordo com informação no seu website.

"À luz da corrente situação de pandemia, o projecto vai transformar-se numa longa-metragem, e a exposição inacabada será o cenário, com uma série de conversas" sobre a bienal "and suddenly it all blossoms" ("e de repente tudo floresce", em tradução livre).

No website do certame - que este ano tem a curadoria geral a cargo da escritora e curadora francesa Rebecca Lamarche-Vadel, e a curadora e investigadora portuguesa Sofia Lemos na organização - é sublinhado que "o fim de um mundo não significa o fim do mundo".

"Mas as presentes circunstâncias vão ter um impacto dramático no projecto e a urgência da sua reinvenção. O plano original, composto por 85% de novos projectos comissionados, não poderá ser concretizado como previsto, já que muitas partes do mundo pararam abruptamente, e com elas os transportes e infraestruturas produtivas", justifica.

O sociólogo e ensaísta português Boaventura de Sousa Santos era um dos convidados a participar na bienal, que iria reunir 60 artistas e pensadores de 20 países, entre eles também os filósofos Emanuele Coccia e Vinciane Despret, a historiadora Lorraine Daston e a antropóloga Anna Lowenhaupt Tsing.

O evento, anunciado em Janeiro, contava com um programa de conferências, oficinas e performances imaginados em colaboração com a curadora e investigadora Sofia Lemos, no programa público do evento.

O objectivo divulgado anteriormente pela organização era reunir pessoas que espelhassem as perspectivas dos seus países, mas também globais sobre o futuro da Humanidade, que "está numa encruzilhada e clama por uma nova época".

"Procurando alternativas a narrativas sem esperança sobre o fim do mundo, os participantes vão reimaginar formas de ser-se humano num contexto de profunda mutação social, económica e ecológica", indicava um texto sobre o evento cultural.

Mais de metade dos artistas convidados eram provenientes da região dos Balcãs e incluem a Dinamarca, a Estónia, a Finlândia, Alemanha, Lituânia, Polónia, Rússia, que vão estar em diálogo outros, provenientes de países como a Argentina, Áustria, Bélgica, França, Grécia, México, Noruega, Estados Unidos e Reino Unido.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Europa

Clique para ver mais: Feiras & Eventos

Clique para ver mais: Actividades

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Porto Santo organiza Festival Colombo com plano de contingência

23-09-2020 (13h04)

O Porto Santo, no Arquipélago da Madeira, volta a recordar a passagem do navegador Cristóvão Colombo pela ilha com um festival com início hoje, 23 de Setembro, e que decorre até dia 27, marcado pelas contingências da pandemia, no qual o Governo da Madeira investiu 145 mil euros.

Vidigueira assinala Jornadas do Património e Dia Mundial do Turismo

23-09-2020 (12h27)

A Câmara de Vidigueira, no distrito de Beja, vai promover, entre sexta-feira e Domingo, na vila, um programa com várias iniciativas para assinalar as Jornadas Europeias do Património e comemorar o Dia Mundial do Turismo.

CP prolonga campanha do Comboio Histórico do Douro devido à procura

22-09-2020 (11h28)

A CP decidiu prolongar a campanha 2020 do Comboio Histórico do Douro por mais dois Sábados até 10 de Outubro devido ao “sucesso da procura”, anunciou a empresa.

Ciclo “12 em Rede - Aldeias em Festa" anima Aldeias Históricas de Trancoso e Marialva

22-09-2020 (10h55)

O ciclo “12 em Rede - Aldeias em Festa 2020" vai animar no fim de semana as Aldeias Históricas de Trancoso e de Marialva (Mêda), no distrito da Guarda.

Visitas gratuitas ao centro histórico de Almeida vão ser limitadas a 10 pessoas

21-09-2020 (17h13)

As visitas gratuitas ao centro histórico de Almeida, organizadas pelo município no âmbito do projecto “Cultura em rede das Beiras e Serra da Estrela” vão passar a contar com um número máximo de 10 participantes, ao invés dos 15 anunciados no mês de Agosto.

Opinião e Análise