Vila do Bispo espera 10 mil pessoas no Festival do Perceve este fim-de-semana

29-08-2019 (11h41)

Foto: Kerstin Wrba / Unsplash
Foto: Kerstin Wrba / Unsplash

Cerca de 10 mil pessoas são esperadas no Festival do Perceve de Vila do Bispo, no Algarve, que decorre este fim-de-semana, estimando-se que seja consumida uma tonelada daquele marisco.

“O evento tem crescido anualmente, e as nossa expectativa é a de que este ano ultrapassemos o número de 9.800 visitantes de 2018”, disse à agência Lusa Paulo Lourenço, presidente da Associação de Marisqueiros de Vila do Bispo, a entidade organizadora.

Paulo Lourenço estima que durante os três dias do festival, que se realiza pelo 8º ano consecutivo, seja consumida uma tonelada de perceves ou percebes, “um dos mariscos mais procurados e que é uma referência” do concelho de Vila do Bispo.

“Um pouco mais de mil quilogramas é a quantidade de perceves que estimamos que seja consumida no evento, quantidade que tem a ver também com a apanha, tendo em conta a preservação da espécie, importante para a economia do concelho e dos marisqueiros”, destacou.

Além do perceve, o evento disponibiliza diversas iguarias da cozinha local e regional, confecionadas à base de marisco, como as papas de xerém (prato típico algarvio com farinha de milho e marisco), choco frito, navalheiras, polvo, moreia, mexilhões e lapas.

“Embora tenhamos outros pratos, a preferência é sempre para os perceves”, sublinhou o responsável, acrescentando que aquele marisco será vendido a 30 euros por quilograma.

Segundo Paulo Lourenço, o perceve de qualidade tem, em média, um preço entre os 30 e os 50 euros por quilograma.

Segundo Paulo Lourenço, os marisqueiros de Vila do Bispo iniciaram esta terça-feira, dia 27, a apanha do perceve, “aproveitando as marés grandes e o mar menos batido, condições que garantem um produto de qualidade”.

“O estado do mar tem sido favorável para o desenvolvimento do perceve, marisco que está com um grau de qualidade muito elevado”, assegurou.

O Festival do Perceve de Vila do Bispo, que já faz parte do calendário gastronómico anual do Algarve, vai decorrer no pavilhão da escola secundária, com capacidade para acolher mil pessoas sentadas.

O festival apresenta, também, um vasto cartaz de animação musical com grupos regionais.

O bilhete de entrada custa dois euros, que revertem a favor dos bombeiros voluntários locais.

O recinto está aberto de sexta-feira a Domingo entre as 13h00 e as 24h00.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Cá Dentro

Clique para ver mais: Gastronomia

Clique para ver mais: Actividades

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Mira de Aire tem um novo museu para visitar “uma época de ouro do têxtil em Portugal”

26-05-2020 (16h05)

A freguesia de Mira de Aire, em Porto de Mós, tem um novo espaço para visitar, o MIAT - Museu Industrial e Artesanal do Têxtil, uma proposta para descobrir "uma época de ouro do têxtil em Portugal".

Louvre recebeu mais de 10 milhões de visitas virtuais em 71 dias

25-05-2020 (11h17)

O museu do Louvre, em Paris, que ampliou a sua oferta online durante o confinamento imposto devido à pandemia de covid-19, recebeu 10,5 milhões de visitas virtuais neste período.

Aqueduto das Águas Livres e Reservatório da Mãe d'Água reabrem ao público

21-05-2020 (16h51)

Os espaços museológicos do Museu da Água da EPAL Aqueduto das Águas Livres e Reservatório da Mãe d'Água reabrem ao público no dia 23 de Maio, seguindo as orientações da DGS.

NOS Alive adiado para 2021 com Da Weasel como primeira confirmação

20-05-2020 (10h50)

A 14.ª edição do festival de música NOS Alive foi adiada, em consequência da pandemia de covid-19para os dias 7 a 10 de Julho do próximo ano e já tem confirmada a banda Da Weasel como primeiro nome do cartaz.

Museu da Guarda reabre com medidas de segurança e higienização

19-05-2020 (15h11)

O Museu Regional da Guarda reabriu hoje as portas ao público com medidas de segurança, proteção e higienização, para evitar a contaminação pela covid-19.

Opinião e Análise