TAP anuncia 15% de desconto em todos os destinos

27-02-2020 (12h26)

A330neo (foto: TAP)
A330neo (foto: TAP)

A TAP está a anunciar descontos de 15% para todos os seus voos, para reservas efectuadas até 29 de Fevereiro no seu website.

A campanha é válida para voos realizados entre 1 de Março e 3 de Abril, sublinha a companhia de aviação.

Para ver as ofertas no site da TAP clique aqui.

 

Clique para ver mais: TAP

Clique para ver mais: Promoções

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lisboa e Porto estão em destaque na nova campanha de promoções da Iberia

29-06-2020 (14h48)

A companhia de aviação espanhola Iberia lançou hoje uma campanha de promoções para os seus voos a partir de Espanha, na qual destaca voos para Lisboa e Porto a partir de 19 euros por trajecto.

TAP faz promoção para estadas nos hotéis Oásis Atlântico em Cabo Verde

15-06-2020 (14h36)

A TAP tem em curso no seu website uma promoção para estadas nos hotéis Oásis Atlântico, em Cabo Verde, um destino para onde só tem previsto retomar voos a 1 de Julho.

Sonhando anuncia “oportunidade única” para voo Lisboa – São Tomé

12-06-2020 (16h20)

O operador turístico Sonhando lançou hoje uma promoção para um voo Lisboa – São Tomé no dia 20 de Junho, que classifica de “oportunidade única”, com preços por pessoa desde 460 euros, mais 177,43 euros de taxas.

Sonhando anuncia “oportunidade única” para voo Luanda – Lisboa

28-05-2020 (15h53)

O operador turístico Sonhando lançou hoje uma promoção para um voo Luanda – Lisboa na terça-feira, dia 2 de Junho, que classifica de “oportunidade única”, com preços por pessoa desde 790 euros, mais 29 euros de taxas.

TAP já tem calendário de ‘desconfinamento’ com retoma ‘a sério’ a partir de 1 de Julho

25-05-2020 (15h48)

A operação da TAP só vai realmente ‘descolar' a partir de 1 de Julho, de acordo com o calendário divulgado pela companhia, que mostra ter previsto manter 11 voos por semana até ao fim deste mês, aumentar para 27 no mês de Junho e atingir um total de 247 a partir de 1 de Julho.

Opinião e Análise